Maggi dissocia PP de si e deixa no ar apoio a grupo...
Fullbanner1



Maggi dissocia PP de si e deixa no ar apoio a grupo que tiver Sachetti

Fonte: Da Redação NMT
SHARE
Foto - Divulgação/Mapa

Apesar de já ter sinalizado em diversos momentos que não quer participar das discussões de alianças políticas das eleições 2018 em Mato Grosso, o atual ministro da Agricultura e Pecuária, Blairo Maggi (PP), admitiu à imprensa cuiabana, recentemente, que não estará totalmente a margem de tudo quando os grupos forem definidos. Ele explicou que não se sente confortável em ajudar na construção das coligações, justamente porque não quer participar ativamente de nenhum governo e não quer ser cobrado por alguém sobre espaço na gestão ou coisa parecida.

O senador licenciado, inclusive, fez questão de deixar claro que sequer vai dar opinião, neste sentido, para membros do seu partido, o PP. Apesar de ser a maior liderança da sigla, até porque é hoje o político mais influente de todo o estado, Blairo não quer tirar a autonomia e o conforto dos correligionário em decidirem o que acham ser o melhor para os projetos pessoais de cada um, bem como o melhor agrupamento para as pretensões da sigla como um todo. No entanto, fez questão de ressaltar que é bem possível que eventualmente tenha preferência por um candidato a governo que não necessariamente seja o apoiado pela sigla que está filiado.

Questionado pelos repórteres sobre sua participação na busca pelo Senado Federal de seu amigo pessoal e atual deputado federal, Adilton Sachetti (PRB), Blairo usou a palavra “óbvio” para classificar seu apoio, trabalho e voto pelo aliado a quem chamou de “amigo de infância”, ressaltando, porém, que não interfere nas articulações de Sachetti quanto a que chapa participar. Sobre a chance de apoiar o candidato a governador que Adilton tiver no mesmo grupo, o ministro não cravou a condicionante, mas deixou mais do que claro que uma coisa está bem ligada a outra.

“Todos candidatos a governador conhecem a relação que eu tenho com o Adilton (Sachetti). Se eles quiserem levar em conta isso, tá bem…”

Confira áudio da declaração de Blairo: