Luiz Ademar elogia padrão do Timão e critica São Paulo: “É um...
Fullbanner1



Luiz Ademar elogia padrão do Timão e critica São Paulo: “É um bando”

Fonte: SporTV.com
SHARE

Apesar de jogar fora de casa, o Corinthians teve uma atuação digna de quando atua nos seus domínios. O Alvinegro foi soberano e derrotou o São Paulo, por 2 a 0, no Morumbi. Com isso, deu um grande passo para chegar à final do Paulistão. Para o comentarista do SporTVLuiz Ademar, a performance do Timão foi a melhor da temporada até o momento.

Confira os gols e melhores momentos da partida

– A gente sabia que o São Paulo teria a posse o Corinthians gosta disso. Mas ele tinha consciência, ele não dava bicão para procurar o Jô. Com Jadson e Rodriguinho, para mim o melhor em campo, o Corinthians passeou no primeiro tempo. No segundo, O São Paulo no abafa, jogava bolas na área e os zagueiros do Corinthians cresceram. Com a saída do Jadson, mesmo sem ter a eficiência no meio de campo, conseguiu com toque, valorizar a posse de bola e não correu tantos riscos assim. Vitória merecida e para mim a melhor partida do Corinthians no ano.

Se a situação do Corinthians só melhora, a do São Paulo está em um estado de alerta. Após perder para o Cruzeiro, na Copa do Brasil, o Tricolor, com este novo revés, pode perder mais uma chance de levantar uma taça. Com isso, o trabalho de Rogério Ceni já pode começar a ser contestado.- Tudo que ele planejou saiu o contrário. Ele queria dois jogadores de velocidade, com o Wellington Nem de um lado, Luiz Araújo do outro e o Cueva vindo por trás. Aí tira um dos volantes, depois mexe o Thiago Mendes. Eu acho que o Corinthians tem um planejamento tático, a gente sabe como ele joga. O São Paulo pra mim parece um meio que um bando. O Rogério ainda não conseguiu dar uma cara ao time. O São Paulo não é um time criativo, é exposto e a zaga não tem apoio. São Paulo ainda é um bando e o Corinthians sabemos seu estilo de jogo. 

Corinthians e São Paulo voltam a se enfrentar no próximo domingo, às 16h, em Itaquera. O Timão pode até perder por um gol de diferença que avança à final. Em caso de um triunfo Tricolor por dois gols de diferença, a decisão vai para os pênaltis. O clube do Morumbi precisa vencer por uma margem de três gols para voltar à final do Paulistão.