Loucura cuiabana é destaque no espetáculo A Virgindade Contestada
Supermoveis


Adventista

Loucura cuiabana é destaque no espetáculo A Virgindade Contestada

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

Os atores Ivan Belém, Romeu Benedicto e Vital Siqueira estão em cartaz na Casa Cuiabana durante o mês de abril, sempre às quartas-feiras, às 20h30, com a peça A Virgindade Contestada. Escrita e dirigida pelo dramaturgo mato-grossense Luiz Carlos Ribeiro, a peça foi inspirada em trecho da obra Pedra Canga, de Tereza Albues Eisenstat, em forma de teatro do absurdo, satirizando questões como a virgindade e o casamento, além de conter críticas ao agronegócio.

A peça foi encenada pela primeira vez no início dos anos 1990, como teatro de rua, levada pelo Grupo Gambiarra, tendo no elenco os atores Liu Arruda, Ivan Belém, Claudete Jaudy e Mara Ferraz, estas se revezando no papel da parteira.

Esta montagem estreou em 2014, no Quilombo Mata-Cavalo de Dentro, na cidade de Nossa Senhora do Livramento (cerca de 40 km da Capital) e, desde então, tem percorrido espaços alternativos, chegando a lugares onde raramente ocorrem apresentações teatrais, como Praça Cultural do bairro Pedra 90, Mercado do Porto e feira livre de Santo Antônio de Leverger.

Repleta de confusões e equívocos, ressaltando a “tgira” (loucura) cuiabana, A Virgindade Contestada é garantia de muito riso, protagonizada pelas comadres Pitu e Creonice e o cuiabaníssimo Totó Bodega, personagens bastante conhecidos do público e vividos, respectivamente, por Vital Siqueira, Ivan Belém e Romeu Benedicto. Em torno deles, a montagem conta a história de Flor de Liz, uma porca de propriedade de Creonice que supostamente foi emprenhada pelo porco capado de Totó Bodega, o Pau de Sebo. A Comadre Pitu é convocada para resolver o impasse, na condição de parteira.

A encenação ocorre na sala da Casa Cuiabana, num clima bem intimista, que facilita a interação com a plateia. Sendo assim, os ingressos são limitados e custam R$ 40,00, mas levando dois produtos de higiene pessoal, o público paga R$ 20,00. Informações e reservas pelo fone (65) 99916-8881. O endereço é Rua General Valle, vizinha ao Pronto-Socorro Municipal.  

Montreal