Juscimeira e 15 municípios subem de categoria no Mapa do Turismo
Adventista



Juscimeira e 15 municípios subem de categoria no Mapa do Turismo

Fonte: Da redação
SHARE

Campos de Júlio, Confresa, Diamantino, Juscimeira, Nobres, Nova Bandeirantes, Paranaíta, Paranatinga, Peixoto de Azevedo, Santo Antônio do Leverger subiram para a categoria ‘C’ e Jauru e Nossa Senhora do Livramento para a ‘D’, pela atualização da categorização dos municípios que compõem o Mapa do Turismo Brasileiro, feito pelo Ministério do Turismo. O mapa é um instrumento importante para acompanhar o desempenho da economia do turismo nos municípios e serve também como balizador de políticas do setor e direcionamento de verbas federais.

De acordo com a nova categorização, 16 municípios do Mato Grosso tiveram crescimento econômico pelo setor, seja por terem aumentado o número de empregos através do turismo, ampliado os estabelecimentos formais de hospedagem ou o fluxo de turistas domésticos e internacionais. Chapada dos Guimarães, Poconé, Primavera do Leste e Sorriso passaram para a categoria ‘B’, enquanto

“A periodicidade da categorização, a cada dois anos, assegura a continuidade do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo ministério e permite que os municípios acompanhem a evolução da atividade turística de maneira rápida, permitindo ampliação de investimentos e da criação de políticas para o setor”, comenta o secretário nacional de Estruturação do Turismo, José Antônio Parente. Por outro lado, outros dois municípios do estado tiveram redução em suas categorias: Canabrava do Norte e Luciara. Importante ressaltar que a categorização é um processo dinâmico e perene que, assim como o Mapa do Turismo Brasileiro, deverá ser atualizado e aperfeiçoado periodicamente. Assim, se um município teve seu fluxo turístico e seus estabelecimentos formais de hospedagem ampliados, provavelmente, na próxima edição da categorização, quando os dados dele serão novamente considerados, ele poderá mudar de categoria.

APOIO DO MTUR – Segundo portaria 39/2017 do MTur, somente municípios classificados entre ‘A’ e ‘D’ podem pleitear apoio a eventos geradores de fluxo turístico. De acordo com a nova categorização, as cidades de Chapada dos Guimarães, Poconé, Primavera do Leste e Sorriso agora podem contar com até R$ 500 mil por ano para realização de festejos. Os municípios de Campos de Júlio, Confresa, Diamantino, Juscimeira, Nobres, Nova Bandeirantes, Paranaíta, Paranatinga, Peixoto de Azevedo, Santo Antônio do Leverger podem receber até R$ 400 mil. Jauru e Nossa Senhora do Livramento passam a ter até R$ 150 mil para a finalidade.

Com a atualização, Canabrava do Norte e Luciara foram para a categoria ‘E’ e estão temporariamente de fora da lista dos municípios aptos a receberem recursos do governo federal para este fim.

Todos os municípios – de A a E -, estão aptos a pleitear recursos de infraestrutura, como construção de estradas e rodovias de interesse turístico; de orlas e terminais fluviais, lacustres ou marítimos; reforma de terminais rodoviários intermunicipais e interestaduais, de aeroportos, de ferrovias e estações férreas de interesse turístico; sinalização turística, entre outros.

» Os municípios que subiram de categoria:

Campos de Júlio
Chapada dos Guimarães
Confresa
Diamantino
Jauru
Juscimeira
Nobres
Nossa Senhora do Livramento
Nova Bandeirantes
Paranaíta
Paranatinga
Peixoto de Azevedo
Poconé
Primavera do Leste
Santo Antônio do Leverger
Sorriso