Juíza se perde e aproveita comoção sobre Bolsonaro para pedir voto
Adventista

Fullbanner1


Juíza se perde e aproveita comoção sobre Bolsonaro para pedir voto

Fonte: Da Redação NMT
SHARE
Foto - Rogério FLorentino/OD

A fixação pelo poder tira até mesmo a sensibilidade das pessoas. Essa foi, certamente, a constatação de quem assistiu o que fez, em vídeo postado nas redes sociais, a ex-juíza, Selma Arruda (PSL), que tenta uma das duas vagas ao Senado Federal pelo mesmo partido do presidenciável, Jair Bolsonaro (PSL), que foi esfaqueado nesta sexta (6) por um militante de esquerda em meio a um ato, no estado de Minas Gerais. Selma até que começou bem, solidarizando-se com o correligionário, e apesar de não demonstrar aparente emoção ou mesmo indignação que o caso requeria, estava indo relativamente bem. No final, porém, imaginando que a publicação pudesse alcançar um bom público, tratou de pedir voto a quem a assistia, desvirtuando totalmente da proposta original e extraordinária da gravação. Óbvio que o ato falho poderia ter sido deixado na conta da inexperiência política da ex-magistrada, mas para quem está mais próximo dela isso não é nada mais do que um sintoma claro do verdadeiro sentimento de posse que ela tem no cargo dentro do parlamento mais nobre do país, que está cada dia mais distante de si.

Assista: