Juíza bloqueia R$ 87 mil de ‘rei do holerite’, servidor da AL...
Supermoveis


Adventista

Juíza bloqueia R$ 87 mil de ‘rei do holerite’, servidor da AL que tinha cinco empregos

Fonte: Thiago Mattar, com informações de Folhamax
SHARE
Assembleia Legislativa de Mato Grosso (Foto: Fablicio Rodrigues/ALMT)

A juíza Celia Regina Vidotti, da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá, determinou o bloqueio de bens no valor de R$ 87,1 mil em desfavor de Moacir Campos Soares, servidor da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), apelidado de ‘rei do holerite’.

Mesmo tendo sido condenado em 2014 por acumular cinco vínculos empregatícios com o poder público, uma ocorrência disponível no Portal da Transparência da ALMT revela um pedido de férias concedido ao servidor pelo período de 3 de março a 1 de abril deste ano de 2017.

Segundo reportagem do site Folhamax, além de trabalhar na ALMT, Moacir ainda exerceria os cargos de procurador nos municípios de Planalto da Serra, Canabrava do Norte e Cocalinho.

Na decisão, a magistrada relata que já houve uma primeira tentativa de penhora dos bens do servidor há seis meses, mas não foram encontrados bens suficientes para arcar com o débito, e, por este motivo, uma nova busca no patrimônio do servidor seria realizada.

A condenação estipula o pagamento de multa equivalente a cinco vezes mais do que Moacir recebeu na Assembleia, além de ter seus direitos políticos suspensos por três anos.

Procurada, a assessoria da ALMT comunicou a reportagem do site Notícias de Mato Grosso que não se pronuncia sobre decisões judiciais. Até o fechamento desta reportagem, as assessorias dos municípios citados também não foram encontradas para comentar.

Montreal