José Riva evita falar sobre delação e diz confiar em provar inocência
Fullbanner1

Fullbanner2


José Riva evita falar sobre delação e diz confiar em provar inocência

0
Fonte:
SHARE
Foto: Internet

O ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Geraldo Riva (sem partido), afirmou na tarde desta segunda-feira que ainda não fechou um acordo de delação premiada com os Ministérios Públicos Estadual e Federal por confiar que conseguirá provar inocência nos tribunais superiores instalados em Brasília (DF). Ele responde cerca de 120 ações civeis e criminais por supostos desvios de recursos públicos durante os 20 anos em que esteve na presidência ou primeira-secretaria do Legislativo.

Na tarde de hoje, Riva esteve mais uma vez no fórum de Cuiabá, onde acompanhou os primeiros depoimentos de testemunhas de acusação relacionadas a “Operação Metástase – Célula Mãe”. Ele está preso desde 13 de outubro sob a acusação de comandar o desvio de R$ 1,7 milhão através da chamada verba de suprimentos destinada aos parlamentares.

Sobre o fato de permanecer preso no centro de custódia de Cuiabá, Riva demonstrou tranquilidade. “Normal porque não conseguiram fazer a instrução. Normal e sem preocupação. Vou fazer o que? Só me resta continuar os remédios jurídicos”, desabafou sobre os vários pedidos de liberdade negados em praticamente todas instâncias, inclusive Superior Tribunal de Justiça e Supremo Tribunal Federal.

Ao explicar os motivos de ainda não ter feito delação premiada para reduzir a pena em caso de condenações, Riva insiste que será absolvido. “Tenho uma linha de defesa e muita convicção de minha inocência. Vejo muita dificuldade aqui e tenho certeza de quando for analisar os processos tecnicamente, tenho grandes chances de lograr êxito”, analisou.

Fonte: Poconet Notícias

Montreal