Jornalista diz que Everton Ribeiro seria “excelente contratação” no São Paulo
Fullbanner1



Jornalista diz que Everton Ribeiro seria “excelente contratação” no São Paulo

Fonte: SporTV.com
SHARE

O meia Éverton Ribeiro, que defende o Al-Ahli, dos Emirados
Árabes, vem negociando o seu retorno ao Brasil e iniciou conversas com equipes
como Flamengo, Palmeiras, Cruzeiro e São Paulo. Apesar do alto valor pedido,
cerca de R$ 16 milhões, a contratação do jogador seria ideal para o Tricolor
Paulista, segundo o jornalista Paulo Massini. Em participação no “Seleção
SporTV”, Massini disse que Éverton faria uma dupla de qualidade com o meio-campo
peruano Cueva.

– Seria uma excelente contratação. O Everton Ribeiro daria
ao São Paulo, para a temporada, alguém para conversar com o Cueva. Tem o Luis
Araújo, jogador que atua na faixa mais avançada perto do gol, dois meninos no
banco, o Shailon e Fernandes. Se concretizar essa negociação com o Everton
Ribeiro, pode ser uma boa notícia para o elenco do São Paulo, que é muito
apertado – disse.

Cueva acabou se machucou no duelo entre Peru e
Uruguai, na última terça-feira, pelas Eliminatórias da Copa, e passará por
exames. Na visão do jornalista Francisco Aiello, da Rádio Globo, o São Paulo possui
mais necessidade em um jogador como Everton Ribeiro do que outros rivais que
vêm conversando com o meia.

– Vale investir quando o clube tem uma carência. O São Paulo
tem uma necessidade assim. Mas São Paulo e Palmeiras? Não consigo imaginar
Flamengo e Palmeiras entrando no vermelho só para contratar Everton Ribeiro. Acho
que é desnecessário – disse. 

Revelado no Corinthians, Éverton Ribeiro, de 27 anos, também
defendeu São Caetano, Coritiba e Cruzeiro, onde foi bicampeão brasileiro, em
2013 e 2014. O jogador tem contrato com o clube árabe até 29 de janeiro de 2019.

O São Paulo enfrenta o São Bernardo, nesta quarta-feira,
pela 12ª rodada do Campeonato Paulista, no Primeiro de Maio, às 21h45. A equipe
é a segunda colocada do Grupo B, com 17 pontos, a mesma que o Linense, mas com
uma vitória a menos.