Joaquim Barbosa, segundo balão de ensaio
Supermoveis



Joaquim Barbosa, segundo balão de ensaio

Fonte: Dá Redação NMT
SHARE
Joaquim Barbosa, former Chief Justice in Brazil, is seen before a meeting with PSB Election Commission in Brasilia, Brazil April 19, 2018. REUTERS/Ueslei Marcelino

A figura do outsider, um candidato que venha de outro ramo de atuação que não diretamente a política, fica cada vez mais difícil de existir com força de vitória nas eleições presidenciais de outubro. Após o apresentador Luciano Huck figurar bem no cenário, há alguns meses, e desistir, agora foi a vez do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal – STF, que chegou a se aproximar de 10% das intenções de voto em um cenário sem Lula no páreo, jogar a toalha. Após ser ventilada a possibilidade até de composição com Marina Silva (PV), o então pré-candidato do PSB sai de cena sem muita explicação, assim como fez quando decidiu abandonar sua cadeira na alta corte. Em sua conta no Twitter, o jurista postou: “Está decidido. Após várias semanas de muita reflexão, finalmente cheguei a uma conclusão. Não pretendo ser candidato a Presidente da República. Decisão estritamente pessoal”. É legítimo o direito de recuar, mas é bem verdade afirmar: heita sujeito difícil de entender esse Joaquim…