Janaína Riva baixa o nível, ataca Taques e expõe hipocrisia


Janaína Riva baixa o nível, ataca Taques e expõe hipocrisia

1
Fonte: Da Redação
COMPARTILHE
Foto - JL Siqueira/ALMT

Um áudio enviado pela deputada estadual, Janaína Riva (PMDB), em um grupo de Whats App, nos últimos dias, vazou e tem rodado as redes sociais demonstrando a verdadeira face da filha do corrupto José Riva, que por muitos anos comandou os maiores esquemas de corrupção em Mato Grosso e já é um condenado da Justiça. Desde que se elegeu, em 2014, Janaína tem tentado construir uma imagem de mulher combativa, mas que é sensível a causas de minorias e de fragilizados. Se mostrou em várias oportunidades defensora das mulheres oprimidas pela “sociedade machista”, bem como de gays e lésbicas.

Sua postura, no entanto, no áudio em que ataca caluniosamente o governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), mostra , de fato, quem é a verdadeira Janaína. Uma mulher descontrolada, machista, homofóbica e que não herdou sequer a temperança do pai em discutir política, ou seja, é a versão piorada de José Riva. Recentemente, fez um verdadeiro “carnaval” com uma foto sua de roupas próprias para dormir que um assessor do governador compartilhou, já que a responsável pela postagem foi a própria parlamentar em suas redes sociais oficiais. Janaína se colocou, na ocasião, como vítima de misoginia, mas demonstra agora que tudo não passou de oportunismo para capitalizar politicamente com o acontecido.

Desde que chegou na Assembleia Legislativa de Mato Grosso – ALMT, Janaína tem se colocado não como opositora, mas como alguém que veio à política para “vingar” o pai, sendo que o mesmo é a única razão dos próprios problemas. Aparentemente, na visão da família Riva, Pedro Taques é um dos responsáveis pela queda do seu império político, como se o atual governador fosse quem tivesse determinado que José Riva realizasse, como presidente do legislativo estadual, 41 pagamentos fraudulentos em cheque para empresas de fachada para lavar dinheiro.

Se fosse o tucano quem tivesse orientado o ex-presidente da Assembleia Legislativa a executar as inúmeras e milionárias maracutaias que fez durante 20 anos de carreira política e, por alguma manobra, tivesse tirado o corpo e deixado Riva na fogueira, até teria razão toda a revolta. Mas Riva tornou-se o rei da corrupção por sua própria escolha e a filha sabe disso, mas como é muito mais fácil por a culpa em alguém do que assumir que o pai é um criminoso ela preferiu a conclusão mais cômoda.

Janaína Riva não quer falar sobre o polêmico áudio vazado, mesmo porque teria poucas coisas para dizer a não ser: “desculpa por ser quem eu sou”. Se o pai é corrupto e a filha uma hipócrita, sorte de Mato Grosso é que Janete Riva nem passou perto da vitória para se tornar governadora, em 2014. Numa dessa podia ser a junção dos dois.

Confira o áudio de Janaína: