Jailton denuncia descaso de secretários com vereadores e abandono de obras no...
Supermoveis

Fullbanner2


Jailton denuncia descaso de secretários com vereadores e abandono de obras no Mini-Estádio da Vila Mamed

Fonte:
SHARE
Mini-estadio Vila Mamed / Foto: Ailton Lima

Por: Ailton Lima

O clima entre alguns secretários municipais e alguns vereadores, não tem sido fácil ultimamente! Uma prova disso foi o pronunciamento efetuado pelo vereador Jailton Pesque Pague (PDT), na Tribuna Livre durante a sessão desta quarta-feira (10), quando cobrou mais respeito ao poder legislativo e aos vereadores, quanto às solicitações e requerimentos apresentados pelos edis ao poder executivo, bem como, aos projetos de leis aprovados e sancionados, que não estariam sendo cumpridos, e portanto, desrespeitados!

Conforme a denúncia, e sem citar nomes, Jailton disse que teria secretários atendendo pedidos de emissoras de TV locais, e desconsiderando pedido de vereador.

Além de Jailton, o presidente do legislativo vereador Lourisvaldo Manoel de Oliveira o Fulô, endossou as críticas do colega e também cobrou mais respeito com os vereadores, legitimamente eleitos para defender os interesses da coletividade.

Recentemente, Fulô cobrou mais atenção e presteza no atendimento do Secretário de Transportes e Transito, quanto às solicitações dos vereadores.

Na verdade, essa última celeuma envolvendo a Prefeitura e a Câmara, teria se originado durante uma reunião do Conselho de Meio Ambiente na terça-feira (9), quando um vereador teria sido impedido de se manifestar durante a mesma pelo Secretário de Meio Ambiente, Lindomar Alves.

O certo é que o clima entre o Paço e a Câmara Municipal tem sofrido sérios contratempos, e se não houver uma eficaz intervenção, pode azedar de vez.

MINI ESTÁDIO

Canal de dreno tomado pelo mato / Foto: Ailton Lima
Canal de dreno tomado pelo mato / Foto: Ailton Lima

OBRAS INACABADAS E ABANDONADAS

Durante a sua fala, Jailton ainda denunciou o que chamou de: ‘descaso com a coisa pública’: o suposto abandono das obras do Mini-Estádio da Vila Mamed, uma obra lançada em Outubro de 2014, com recursos federais do Ministério dos Esportes, e orçada em R$ 423.782,93, e que permanece inacabada.

Traves abandonadas
Traves abandonadas num canto do terreno

O prazo de construção da obra foi de oito meses, e portanto, já deveria ter sido entregue. Mas o que se vê, é abandono!

O vereador denuncia que devido ao abandono, as obras começam a se deteriorar. Uma parte do portão de acesso ao gramado, que fica em frente às instalações da sede do Mini-Estadio, já não se encontra no local, e pode ter sido furtada.

Cercas sem as telas de proteção
Cercas sem as telas de proteção

As telas de proteção do alambrado, não foram colocadas. As traves não foram instaladas e estão encostadas, abandonadas num canto do terreno.

Outro problema denunciado pelo vereador, é quanto ao canal de drenagem que circunda o campo, que está tomado pelo matagal, e não foi concluído. O que segundo disse, no período das chuvas acaba causando transtornos e alagamentos nas imediações.

Uma parte do portão já desapareceu
Uma parte do portão já desapareceu

O campo foi gramado, mas devido à falta de manutenção, está tomado pelo mato. Jailton disse que enviou um requerimento ao secretário pedindo explicações sobre os valores empregados na obra, e o prazo para conclusão da mesma há quatro meses, e até esta quarta-feira (9), não havia sido atendido.

Por conta disso, a justificada revolta do vereador, que reclama do descaso da municipalidade com os legisladores locais.

Ainda conforme o edil, nem a Secretaria, a empreiteira, a Coder ou Sanear, falam sobre o abandono da obra.

Placa da Obra abandonada

Montreal