Investigados por furto qualificado em escritório de advocacia da Capital são presos
Adventista



Investigados por furto qualificado em escritório de advocacia da Capital são presos

Fonte: Da redação
SHARE

Três suspeitos investigados pela prática de furto qualificado em um escritório de advocacia na Capital foram presos, na quarta-feira (04), pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) de Cuiabá, com apoio da Polícia Militar.

Os detidos são Duílio da Silva dos Santos, Adilson Nunes Salomé e Alexandre Fernando Machado Cavalcante. Eles são apontados como os autores do furto ocorrido na noite de terça-feira (03) em que foram subtraídos do escritório, localizado na avenida historiador Rubens de Mendonça, itens diversos como televisores, CPUs, celulares, documentos, entre outros.

A cerca elétrica do local apresentava corte por onde os criminosos teriam invadido o espaço, e entrado no local pelo banheiro. A ação delitiva foi registrada em câmeras de videomonitoramento.

No momento da prisão, o suspeito Alexandre (conhecido como “Paulista”) usava a mesma bermuda registrada em imagem do circuito de segurança. Ao ser abordado pelos policiais ele apresentou identidade falsa em nome de “Julio Cesar”. Em interrogatório policial, ele confessou o crime e apontou Adilson como seu comparsa na ação.

O suspeito Duílio esqueceu o aparelho celular no local do furto, sendo rapidamente identificado.

De acordo com a delegada Mariell Antonini Dias Viana pelo que se infere da oitiva de Alexandre – e que coincide com as imagens analisadas – houve um entra e sai de pessoas no escritório, todas cometendo furto no local.

Os suspeitos Duílio e Adilson foram autuados por furto qualificado, Alexandre pelo mesmo crime e ainda por falsa identidade (Artigo 307, CP).

Após procedimentos de praxe na delegacia, os suspeitos foram encaminhados para Audiência de Custódia no Fórum da Capital ficando à disposição do Judiciário.