Intensidade e marcação do Flamengo surpreenderam o Flu, afirma repórter
Adventista

Fullbanner1


Intensidade e marcação do Flamengo surpreenderam o Flu, afirma repórter

Fonte: SporTV.com
SHARE

O Flamengo venceu o Fluminense por 1 a 0, no primeiro jogo da final do Campeonato Carioca, com gol de Everton, e terá a vantagem do empate no próximo domingo. O Rubro-Negro conseguiu impedir a saída de bola do Tricolor e, na opinião do repórter André Galindo, da TV Globo, surpreendeu o rival. Para o jornalista, o time das Laranjeiras só observou a equipe da Gávea no primeiro tempo.

– O Abel (Braga, técnico do Fluminense) fala que era um jogo de poucos gols, estutado, com as equipes
acauteladas, com muita preocupação com o primeiro jogo, porque haveria
mais 90 minutos no domingo seguinte. Aí começa o jogo com um Flamengo
completamente intenso, para cima do Fluminense. O Fluminense, talvez
embevecido nesse discurso, viu o Flamengo jogar. Para o primeiro tempo,
era coisa para 2 a 0 a favor do Flamengo – disse o jornalista.

Na opinião do comentarista Raphael Rezende, o Fluminense esperava que o Flamengo poupasse energias, já que tem partida decisiva pela Libertadores nesta quarta-feira, contra a Universidad Católica, no Maracanã. Se não vencer, o Rubro-Negro ficará em situação complicada na competição.

– O Flamengo surpreendeu, porque tem jogo decisivo na quarta-feira e
jogou com muita ofensividade. O Fluminense achou que o Flamengo ia
entrar mais comedido, permitindo a saída de bola. O Flamengo fica até
mais com a bola que ficou contra o Fluminense. O Flamengo marcou a saída
de bola de maneira impressionante.

Raphael Rezende afirmou ainda que o Flamengo conseguiu sufocar a saída de bola do Flamengo principalmente por causa da escalação de Everton e Berrío. Os dois atacantes, na visão do comentarista, impediram as descidas dos laterais tricolores.

– A maior escolha não são os volantes, são os jogadores de velocidade pelos lados, Berrío e Everton. Aí o Flamengo rivaliza com o que o Fluminense tem para gerar velocidade, com Richarlison e Wellington Silva. Você não cria as duplas do Fluminense pelo lado do campo, com Lucas e Léo. O Léo teve até uma jogada no fim do primeiro tempo, em que ele sobe e recebe do Wellington Silva. Mas foi a única jogada que eles conseguiram fazer.