Iniciativa inédita leva serviços de saúde a caminhoneiros em maior terminal ferroviário...
Supermoveis



Iniciativa inédita leva serviços de saúde a caminhoneiros em maior terminal ferroviário de Mato Grosso

Fonte: Assessoria
SHARE
Foto: Assessoria.

Pela primeira vez desde que foi lançado, em 2015, o Safra Segura da Rota do Oeste chegou aos caminhoneiros pelo maior terminal ferroviário de Mato Grosso, em Rondonópolis. O evento organizado pela Concessionária, com a parceria da Polícia Rodoviária Federal (PRF), tem como objetivo oferecer serviços de saúde aos motoristas profissionais, além de abordar também a prevenção de acidentes no período do escoamento da safra, de fevereiro a abril. No sul do Estado, o projeto segue até hoje (1º), a partir das 18h30, no pátio da Rumo Logística (km 95 da BR-163).

Durante a abertura nesta terça-feira (27), o gerente de terminais da Rumo Logística, Douglas Cunha de Oliveira, destacou a parceria com a Rota do Oeste na realização do Safra Segura. O evento, segundo ele, reforça a importância do cuidado com a saúde e segurança do caminhoneiro.

“Achamos a iniciativa excelente e assim que fomos procurados, colocamos toda nossa estrutura à disposição para a realização do evento. Em média, cerca de 1 mil caminhões passam por dia na nossa unidade em Mato Grosso. Se conseguirmos conscientizar uma parte destes motoristas, a mensagem certamente será compartilhada com os demais”, disse.

O gerente de Sustentabilidade da Rota do Oeste, Marcelo Prado, acrescentou que em Cuiabá foram mais de 270 atendimentos durante o Safra Segura. Em Rondonópolis, o evento será realizado na Rumo até quinta-feira (1º). Além deste projeto, a Concessionária realizará no mês de março o Parada Legal, em Sorriso, evento também voltado para a saúde, bem-estar e conscientização do usuário da BR-163.

O Safra Segura é realizado pela Rota do Oeste em parceria com a PRF, DETRAN/MT, Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (SEJUDH/MT), SENAC, SESC, DAF/ TAF/ Caramori Caminhões, RUMO Logística, APROSOJA, Secretaria de Saúde de Rondonópolis e Instituto Caixeta.