Inconstantes, Flamengo e Bauru se reencontram no Ginásio do Tijuca
Supermoveis



Inconstantes, Flamengo e Bauru se reencontram no Ginásio do Tijuca

Fonte: Thierry Gozzer
SHARE

Finalistas do último Novo Basquete Brasil, Flamengo e Bauru se reencontram nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, às 19h30, no Ginásio do Tijuca. Em quadra, dois dos melhores elencos do basquete brasileiro. O momento, porém, é de instabilidade dos dois lados. No Rubro-negro, as duas derrotas nos últimos três jogos acenderam o sinal de alerta. As lesões também atrapalham. O armador Marcelinho é dúvida e Fischer e Humberto seguem fora. Nos paulistas, além de três quedas nos últimos cinco jogos, a saída do pivô Rafael Hettsheimer mexeu com as estruturas. Ele voltou para o basquete da Espanha. A partida tem transmissão ao vivo do SporTV e Tempo Real pelo GloboEsporte.com.

– O Flamengo ainda não conseguiu jogar com o time completo essa
temporada. Mesmo assim, somos líderes da competição. A situação nos faz
nos adaptarmos para conseguir resolver da melhor forma os problemas que
essas lesões nos causam. Temos uma equipe bem diferente dos anos
anteriores, com jogadores da base entrando bastante na rotação e
ajudando o time, e acho que essa é a realidade do Flamengo hoje. Eles
estão dando o melhor de si dentro de quadra e o Flamengo continua sendo o
time a ser batido. Temos ainda a vinda do Hakeem, que vai nos ajudar
mais ainda na defesa. Por mais que tenham lesões, estamos muito vivos na
briga por mais um título do NBB – garante o ala Marquinhos, do time carioca, que terá novamente o pivô Hakeem Rollins após estreia diante do Franca.O Flamengo vem de derrota para o Franca, em casa, no sábado, por 83 a
80, na última bola. Antes, bateu o Mogi fora de casa bem, por 83 a 57,
só que perdeu para o Brasília também como visitante, por 95 a 83. Precisando de repostas rápidas para os problemas, Flamengo e Bauru não enxergam outro resultado que não seja a vitória. Os cariocas, mesmo líderes do NBB, querem o triunfo para terem tranquilidade na semana do clássico com o Vasco, no sábado, na Arena da Barra. 

O Bauru, hoje fora do G-4 (na oitava posição, com campanha igual ao do
Cruz-maltino, que é quarto), quer se reerguer o mais rápido possível
para evitar a necessidade das oitavas de final. O time não joga desde o dia 12, mas vem de vitória para Campo Mourão. Só que antes perdeu para Mogi das Cruzes, bateu Franca e caiu para Brasília e Minas, numa gangorra constante. O armador Valtinho é outra baixa. O experiente atleta tem uma inflamação no púbis. Porém, o técnico Demétrius Ferracciú volta após ficar fora em duas rodadas por ter contraído Chikungunya.

–  Bauru e Flamengo é um grande jogo e de uma grande rivalidade criada principalmente nos últimos anos. São equipes de um nível técnico muito alto e com certeza será mais um ótimo confronto. Com a saída do Rafael, perdemos um grande jogador em um momento chave da competição e temos que ter a tranquilidade para nos adaptar. Com ele tínhamos características diferentes, mas agora vamos mudar isso o mais rápido possível para conseguir enfrentar todo mundo de igual para igual e continuar brigando pelo G-4 – garante Demétrius.

A partida também marcará ao reencontro do armador Gegê com a torcida do Flamengo. No turno, na abertura do Novo Basquete Brasil, o Rubro-negro venceu o Bauru por 100 a 97, mas a partida foi no interior de São Paulo. Multicampeã com os cariocas, agora Gegê terá a torcida contra, mas não se abala.- Nada vai apagar a minha história na Gávea, o meu respeito e o meu carinho pelo clube e pelos amigos que fiz. Mas… Amigos à parte. Sou jogador do Bauru, vou honrar essa camisa com todas as minhas forças e vamos lutar por um bom resultado contra o Flamengo, que é importante demais para a gente nesse momento da competição. Queremos e precisamos melhorar nossa posição na tabela e uma vitória contra o Flamengo nos dará moral – disse Gegê.