Idoso chora, mas diz que perdoa policial que o agrediu em banco...
Adventista



Idoso chora, mas diz que perdoa policial que o agrediu em banco de Cuiabá

Fonte: Da redação
SHARE

O sargento aposentado da Polícia Militar, Vitalino Xavier Santos, de 91 anos, agredido pelo policia civil Ailton Afonso Batista dentro de uma agência bancária na última sexta-feira (27), chorou e orientou ao investigador ir para igreja para reconhecer o que fez e se tornar um homem. Além disso, ele disse que perdoa o agressor.

O caso foi registrado em um vídeo e mostra o investigador Ailton empurrando o aposentado após o sumiço de um cartão em uma agência, que em seguida foi encontrado travado num caixa eletrônico. Ele ainda teria apontado uma arma para o idoso.

Em entrevista ao programa Cadeia Neles (TV Vila Real), Vitalino chorou e disse que mesmo após o caso perdoa o investigador. “Eu tenho 35 anos na PM e não tenho nenhum caso de agredir ninguém assim. Eu não desejo nada de mal para esse homem, mas o que ele me fez, ele tem que sofrer. Ele precisa ir na minha igreja e levantar a mão para Jesus. Eu perdoo ele mesmo depois de tudo, pois foi assim que Deus fez”, disse, emocionado.

Vitalino contou que no primeiro momento não sabia o que estava acontecendo, pois o investigador já chegou o tratando como um ladrão. “Ele veio em cima de mim e já me tratou de ladrão. Se ele tivesse explicado que perdeu cartão, mas não ele chegou no duro, procurou na minha bolsa e não achou nada. Ele foi lá no carro e  pegou uma pistola e me agrediu”, disse.

Em nota, o policial civil reconheceu o erro e pediu perdão à vítima e a familiares. “Eu peço perdão à vítima e seus familiares, à minha família  e à comunidade mato grossense por cometer tal insensatez. Eu estou convencido de que deveria ter agido com a razão, em vez de me deixar levar pela emoção, pois é esta a postura que se espera de um policial civil com 51 anos de idade”, descreve início da nota.

O caso será apurado na esfera civil e criminal. Com Folhamax.