Homens acusados de violência contra mulher são presos em Rondonópolis
Fullbanner1



Homens acusados de violência contra mulher são presos em Rondonópolis

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE
Imagem ilustrativa

Quatro homens acusados de violência doméstica contra as companheiras foram presos pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá), entre os dias 21 e 27 de março. Todos foram presos em flagrantes por crimes de lesão corporal e ameaças.

De acordo com a delegada Ligia Silveira, a equipe da Delegacia da Mulher está preparada para fazer o atendimento às vítimas que procuram a unidade policial. “A mulher ainda é vista como objeto sexual, de poder do homem. Mas percebemos que  estão saindo desse círculo de violência e estão mais combatentes. Por isso, o primeiro atendimento é muito importante e acaba resultando em prisões”, disse.

Na última prisão, ocorrida na segunda-feira (27.03), no bairro Jardim Atlântico, o suspeito, Railson Gomes Fernandes, 22, foi acusado de lesão corporal e injúria contra a ex-mulher de 24 anos, que está grávida de seis meses.

A vítima registrou boletim de ocorrência narrando que foi agredida verbalmente e fisicamente pelo ex-companheiro, que além de ser xingada teve o braço torcido. Ela morou com o autor da agressão por um ano e seis meses.

No dia 24 de março, o suspeito Jean Dias dos Reis, 30 anos, foi novamente preso no Residencial Hortência, acusado de ameaçar a companheira, de 27 anos, e também por desobediência judicial, em razão de descumprimento de medida protetiva de afastamento, previsto na Lei Maria da Pena.

Em registro de boletim de ocorrência, a vítima comunicou à Polícia Civil que o suspeito, ao sair da prisão, voltou a procurá-la pedindo para retirar a queixa. A jovem contou que foi ameaçada em ligação telefônica e perseguida em seu local de trabalho. O suspeito ainda foi visto vigiando à casa de sua mãe, local onde está morando.

Também preso por violência doméstica, Ozimar Oliveira das Neves, 37 anos, foi autuado em flagrante no dia 23 de março, depois de desferir um soco no olho da ex-mulher de 31 anos. A vítima teve um relacionamento de 15 anos com o agressor e do casamento nasceram quatro filhos.

Conforme a vítima, eles estão separados há nove meses, mas nas últimas duas semanas ex-marido se mudou para sua casa, sem seu consentimento, e se recusa a sair. Ela contou que depois de ser agredida, foi ameaçada de morte caso procurasse a Polícia para fazer a denúncia.

O suspeito, Miguel Messias França, 55, foi preso no dia 21 de março, acusado de ameaçar a mulher de 52 anos, com quem morou três anos. Depois da separação ele, que é usuário de drogas, começou a ameçar a ex-esposa.

As prisões foram efetuadas pela DDM, com apoio do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra)