Homem é preso por abastecer moto BMW com notas falsas em Rondonópolis
Fullbanner1



Homem é preso por abastecer moto BMW com notas falsas em Rondonópolis

Fonte: Da redação com G1
SHARE
Suspeito foi preso depois de abastecer moto BMW com notas falsas em Jaciara (Foto: Polícia Rodoviária Federal de Mato Grosso/Assessoria)

Um jovem, de 27 anos, foi preso na manhã desta quarta-feira (29) após ser flagrado com documento falso, uma motocicleta BMW adulterada e R$ 1,5 mil em notas falsas na BR-364 em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motociclista foi abordado no km 201 depois que os policiais receberam uma denúncia de que ele teria realizado o abastecimento do veículo em um posto de combustível em Jaciara, a 142 km de Cuiabá, e feito o pagamento com cédulas falsas.

Ainda em revista pessoal, foram encontradas 32 cédulas falsas de moeda nacional, totalizando a importância de R$ 1,5 mil. O condutor afirmou ter comprado as cédulas pela internet, e pago o valor de R$ 250 por notas que totalizavam R$ 2 mil.

Foram constatados os crimes de moeda falsa, uso de documento falso e adulteração de sinais identificadores veiculares, sendo o suspeito, as cédulas, os documentos e a motocicleta conduzidos à Polícia Federal de Rondonópolis.

Foto: PRF

Documentos

Durante a fiscalização, a equipe policial descobriu que a carteira de habilitação apresentada pelo jovem tinha indícios de adulteração. O motorista é habilitado na categoria AB, porém, no documento havia menção à categoria AD, inclusive de forma rasurada.

Na sequência, ao analisar o Certificado de Registro de Licenciamento de Veículos (CRLV) da motocicleta, percebeu que ele era inválido.

Além disso, a PRF verificou indícios de adulteração no número do chassi e do motor do veículo. Indagado, o condutor afirmou ter comprado a motocicleta em São José do Rio Preto (SP) por R$ 15 mil.

Nos sistemas de informações da PRF, o veículo original, de placas de Rio Claro (SP), consta com alerta de roubo ocorrido em 5 de setembro de 2016.

Foto: PRF.