HOJE: Sem Haddad, BAND faz primeiro debate entre presidenciáveis
Supermoveis



HOJE: Sem Haddad, BAND faz primeiro debate entre presidenciáveis

Fonte: Da Redação NMT com EM
SHARE
Foto - EVARISTO SA, NELSON ALMEIDA, SERGIO LIMA, MAURO PIMENTEL/AFP

Os principais candidatos à Presidência da República se encontram pela primeira vez na noite de hoje (9), a partir das 22 horas (Horário de Brasília) para debater propostas e ideias para o país. No comando do jornalista Ricardo Boechat, a produção vai ao ar pela TV Bandeirantes, tendo já confirmado presença os candidatos Álvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Geraldo Alckmin (PSDB), Marina Silva (Rede), Jair Bolsonaro (PSL), Guilherme Boulos (Psol), Henrique Meirelles (MDB) e Ciro Gomes (PDT). O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) – nome confirmado pelo PT como candidato mesmo estando preso – ainda briga na Justiça para tentar participar do encontro.

Diante da improvável conquista judicial de Lula para participar do debate, a expectativa era que o candidato a vice-presidente na chapa petista, o ex-prefeito  de São Paulo, Fernando Haddad (PT), participasse, até porque ele é o mais do que provável nome que realmente vai entrar na disputa. Mas ele afirmou ontem (8) que pretende fazer um debate paralelo ao que será transmitido na noite de hoje. Ao lado da deputada estadual Manuela D’Ávila (PCdoB), sua provável vice, Haddad quer comentar e responder aos temas do debate por meio das redes sociais e com uso de um telão.

Outra polêmica no debate é a ausência do candidato do Partido Novo, João Amoedo. Ele também disse que sua equipe avalia entrar na Justiça para que ele possa participar dos debates eleitorais na televisão. “Estamos avaliando. A gente gostaria de já participar deste debate nesta quinta (hoje). Entendemos que temos uma proposta diferente e o primeiro colocado nas pesquisas hoje são os 60% da população que não sabe em quem votar”, disse o candidato. A legislação determina que apenas os candidatos de partidos ou coligações que tenham no mínimo cinco representantes no Congresso podem participar de debates na TV. O Novo não tem nenhum parlamentar no Congresso.