Greve dos caminhoneiros afeta transporte escolar em Primavera do Leste
Adventista

Fullbanner1


Greve dos caminhoneiros afeta transporte escolar em Primavera do Leste

Fonte: Da redação
SHARE

Devido a paralisação dos caminhoneiros que acontece em Primavera do Leste e em várias estradas do Brasil, desde a última segunda-feira (21), a Secretaria Municipal de Educação informa que será necessária a suspensão de alguns transportes escolares que atendem alunos da cidade. Isso porque os postos de combustíveis fornecedores da prefeitura já informaram que está terminando o estoque.

Conforme a Coordenação de Transportes, será concedida prioridade no abastecimento de ônibus dos estudantes da área rural. Esses alunos apresentam mais dificuldades para a locomoção, por conta da distância.

Já nesta quarta-feira (23) estão suspensos os veículos que levam os alunos da região do Primavera III para a escola Alda Scopel e Ceja. Também não funcionarão os ônibus que circulam com alunos dos bairros Guterres e Tuiuiú. O microônibus que transporta professores do Centro para a região do Primavera III também ficará sem funcionar.

Os postos de combustíveis que atendem a prefeitura afirmaram que será dada prioridade de abastecimento aos ônibus escolares e ambulâncias.

Ainda não há um prazo para que os motoristas dessas linhas retomem as atividades. Ainda de acordo com a Coordenação, a prefeitura depende que a barreira feita pelos caminhoneiros, na BR-070, seja desfeita. A Prefeitura emitirá comunicado referente ao retorno dos transportes para os estudantes.

O motivo da manifestação dos caminhoneiros é alta no preço do diesel, que já ultrapassa os R$ 5 por litro. A classe reivindica providências por parte do governo federal e declara para a imprensa que não desfarão o bloqueio até que a presidência do país chegue a um acordo comum.