Governo vai exigir qualidade nas obras de pavimentação de rodovias do Pró-Estradas
Supermoveis


Macropel

Governo vai exigir qualidade nas obras de pavimentação de rodovias do Pró-Estradas

Fonte:
SHARE

Assessoria/Sinfra-MT

A qualidade das obras de pavimentação de rodovias do Programa Pró-Estradas/Construção foi debatida entre o Governo do Estado e empreiteiros, durante encontro no auditório João Ponce de Arruda, no Palácio Paiaguás. O secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte, apresentou balanço das ações deste eixo do programa e mostrou que na gestão passada apenas duas rodovias devidamente pavimentadas foram oficialmente entregues.

A Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra) assinou a ordem de serviço para 34 obras do Pró-Estradas Construção, que estão em andamento. A expectativa do governo é asfaltar cerca de 500 quilômetros até o final de 2015. Ao todo, somando outros eixos do Pró-Estradas (Construção/ Reconstrução/Manutenção/ Pró-Concreto) já são 56 obras autorizadas.

Assuntos como medições de obras, empenhos financeiros, reajustamento de pagamentos anteriores e, principalmente, notificações de irregularidades, hoje existem oito empresas com pendências dentro do programa, foram debatidos ao longo do evento.

Taques, Duarte e Brustolin em reunião com empreiteiros
Taques, Duarte e Brustolin em reunião com empreiteiros

Durante a reunião na quinta-feira (02.07), o governador Pedro Taques abordou as dificuldades para ampliar a infraestrutura logística da malha rodoviária do Estado. “Nós não temos condições de fazer tudo. Temos 30 mil km de estradas, sendo cinco pavimentados e 25 mil precisam de pavimentação. O secretário Marcelo fez um planejamento estratégico para asfaltar 10 mil km dessas estradas”, declarou.

A reunião ainda esclareceu algumas dúvidas dos empreiteiros mediante a suspensão dos contratos de acordo com o decreto Nº 2, assinado no início do ano pelo governador, e a retomada do Pró-Estradas Construção, que absorveu em seu escopo o antigo MT Integrado.

Para o diretor da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt) e presidente do Sindicato (Sincop), José Alexandre Schutz, a classe empresarial do setor confia neste novo Governo do Estado para oferecer melhores condições, segurança e celeridade nos trâmites contratuais de obras.

“Primeiramente, queria deixar claro que nossa classe apoia o Governo, e essa reunião demonstra o comprometimento conosco. Essa oportunidade é muito importante para que o governador e a sua equipe conheçam nossa realidade, e possa nos dar segurança e agilidade nos processos referentes aos contratos”, disse.

O secretário Marcelo Duarte destaca o evento como uma forma de aperfeiçoar os procedimentos para garantir a melhor qualidade das obras públicas.

“Esse evento é bastante importante para conseguir uma melhor gestão das obras. Hoje estive reunido com representantes de diversos órgãos de controle e iremos organizar um congresso em novembro no TCE voltado ao tema qualidade de obras, que é tida hoje como o principal problema da administração pública”, frisou o secretário.

Na oportunidade, o secretário da Fazenda, Paulo Brustolin, afirmou que o Governo irá buscar dar celeridade no processo de pagamentos para que as obras de qualidade de pavimentação de estradas sejam realizadas. Participaram do evento representantes da superintendência do Banco do Brasil e do sindicato dos empreiteiros de Mato Grosso.

Montreal

1 COMENTÁRIO

  1. E COM MUITO ORGULHO QUE PARABENIZO O GOVERNADOR PEDRO TAQUES PELOS TRABALHOS QUE VEM REALIZANDO EM TODO ESTADO DO MATO GROSSO, TENHO A SATISFAÇAO DE DIZER QUE VOTEI CONCIENTE E SABEDOR DA HONESTIDADE E COMPETENCIA DE UMA PESSOA COMO NOSSO GOVERNADOR, E DIGO A TODA EQUIPE DE GOVERNO QUE PRECISAMOS FISCALIZAR AS QUALIDAES DAS OBRAS DAS RODOVIAS QUE ESTAOS ENDO RESTAURADAS EM TODO ESTADO E TAMBEM FISCALIZAR OS CAMINHOES COM EXESO DE PESO QUE ANDA POR NOSSAS RODOVIAS DESTRUINDO TODA MALHA RODOVIARIA DO ESTADO AQUI NA NOSSA REGIAO SAO OS CAMINHOES DOS FRIGORIFICOS QUE ANDA COM CARGA DUPLA, CAMINHOES ESTES QUE FORAM PROIBIDOS DE TRAFEGAR NO ESTADO DE SAO PAULO DEVIDO AO EXESO DE PESO NAS RODOVIAS PAULISTA MAS AQUI NAO TEMOS BALANÇA NAS ESTRADAS MAS TEMOS QUE FISCALIZAR E PARA ISTO DEVERIA TER EM TODO MUNICIPIO FISCAIS PARA C ILOCAR ORDEM NAS RODOVIAS PARA SUA CONSERVAÇAO, MAS CREIO QUE O GOVERNO DENTRO EM BREVE VAI PROIBIR ESTA PRATICA DOS CAMINHOES DE FRIGORIFICOS DE TODO O ESTADO DE MATO GROSSO, FEELICIDADE GOVERNADOR AQUI NESTE RINCAO DO ESTADO EM UMA PEQUENA CIDADE CHAMADA FIGUEIROPOLIS DO OESTE TEM UM AMIGO E UM COMPANHEIRO QUE LUTA PARA VER NOSSO ESTADO LIVRE DESTE MAUS POLITICOS QUE ENVERGONHAM NOSSA GENTE, OBRIGADO.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

SHARE
Previous articleFORÇA DA MULHER: Novas investigadoras mostram sensibilidade e igualdade no serviço policial
Next articleAulas experimentais e palestras gratuitas são oferecidas na Semana do Bem Estar