Governo inaugura 26 pontes no Pantanal, faz homenagens e confirma novas obras
Supermoveis



Governo inaugura 26 pontes no Pantanal, faz homenagens e confirma novas obras

Fonte: Assessoria
SHARE
Fotos: Assessoria

Para melhorar a trafegabilidade e tornar mais atrativa e segura a viagem pela estrada parque Transpantaneira (MT-060), que passa por dentro do Pantanal, o governador Pedro Taques inaugurou neste sábado (21), em Poconé, mais 26 novas pontes mistas (concreto e aço) e confirmou novas obras para região.

As novas pontes substituem as antigas, de madeira, gerando economia aos cofres públicos e garante a segurança das pessoas que trafegam pela estrada, seja turistas ou pantaneiros. Na ocasião, foram homenageadas 31 famílias tradicionais de Poconé, cada ponte recebeu o nome de uma família. Também foi inaugurada a reforma do posto fiscal, que atuará em defesa do meio ambiente.

“Na transpantaneira tem 119 pontes, quando assumimos tinha 2 pontes de concreto, já entregamos 4, hoje mais 26 e vamos dar ordem de serviço para mais 5 pontes. São 30 prontas e entregues à sociedade. Já combinei com o governador Azambuja (MS) e estão fazendo a rodovia de lá pra cá, porque a lei que dividiu os dois estados não pode dividir a nossa cultura, a nossa história e não pode dividir o Pantanal que pertence a todos”, disse o governador Pedro Taques.

A rodovia, com 147 quilômetros de extensão, liga Poconé até a localidade de Porto Jofre, no coração do Pantanal mato-grossense, uma das regiões turísticas mais importantes e conhecidas do Estado. A manutenção da rodovia e a construção das pontes foram realizadas pela Secretária de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra).

“O governador Pedro Taques está aqui para lançar mais 5 pontes de concreto. É um compromisso muito sério com o turismo de Mato Grosso. Estas pontes custam o dobro de uma ponte de madeira, só que a de madeira a cada três anos você tem que refazer, ou seja, no fim das contas a de madeira sai muito mais caro. E a mista sai muito mais barata por ser durável”, explicou o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte.

Localizadas entre o início da Transpantaneira e o Pixaim, as 26 pontes de um total de 31 (30 já foram entregues) vão contribuir para melhoria da qualidade de vida dos pantaneiros, e das pessoas que visitam o Pantanal e se hospedam em hotéis e pousadas da região.

“É um grande trabalho que este governo vem realizando principalmente no turismo na região de Poconé. Tínhamos 4 pontes inauguradas e agora mais 26 e a ordem de serviço para construção de mais 5 pontes, isso é o fortalecimento do turismo no nosso município”, comentou o prefeito de Poconé, Tatá Amaral.

Parceria de sucesso

A Transpantaneira encontra-se em boas condições de trafegabilidade. Isso porque tem sido feita regularmente a manutenção da estrada parque por meio de uma parceria celebrada entre a Sinfra e a Associação de Defesa do Pantanal (Adepan). Já foram repassados mais de R$1,5 milhão, maquinários e óleo diesel para garantir a trafegabilidade da rodovia.

“Temos uma parceria com a Sinfra, onde fazemos o cascalhamento e passamos a patrola na estrada, estamos construindo mirantes, limpeza da beira da rodovia, reformamos o posto fiscal e a manutenção nas pontes de madeiras”, ressaltou o presidente da Adepan, Nicola José de Arruda.

No total, foram investidos R$ 12,6 milhões em recursos do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Turismo (Prodeustur), cujos projetos são elaborados e geridos pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec).

Homenagem

Durante o evento de inauguração das 26 pontes, o governador Pedro Taques homenageou 31 famílias tradicionais de Poconé. Cada ponte recebeu um nome de uma família. Os homenageados discursaram e ressaltaram a valorização do povo que desbravou o pantanal mato-grossense em busca de oportunidades.

“Estou muito feliz e contente, meu sogro Guilherme de Arruda foi implantador da transpantaneira, doou a área onde é o posto fiscal. O governador está fazendo prestando uma homenagem merecedora para todas as famílias poconeanas”, ressaltou Ana Rute de Arruda, da família Arruda.

Já Carla Mamed de Arruda, da família Mamud de Arruda, citou a importância da homenagem. “É uma grande honra para nós termos este reconhecimento do homem pantaneiro, meu sogro Antuã Mamed, foi criado nesta região, que o pai dele era do rio Alegre que é o baixo pantanal e todos os seus filhos foram criados passando pela transpantaneira”.