Funcionário de hotel é preso e duas Hilux furtadas são recuperadas em...
Fullbanner1



Funcionário de hotel é preso e duas Hilux furtadas são recuperadas em MT

Fonte: Da redação
SHARE

Duas caminhonetes Hilux furtadas de um hotel em Várzea Grande foram recuperadas, e um suspeito preso, na noite de sexta-feira (16.03), durante ação da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva), da Polícia Judiciária Civil.

As diligências iniciaram após a subtração de dois veículos, ambos de cor branca. Um furto ocorreu na quarta-feira (14) e outro na sexta-feira (16), dentro do  estacionamento do Hotel Slaviero Slim, localizado próximo ao aeroporto Marechal Rondon.

Na ocasião, o funcionário João Victor Dias Brito, 23, foi descoberto e autuado em flagrante pelos crimes de furto qualificado mediante por abuso de confiança, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e associação criminosa.

Durante as diligências para apurar os furtos, os policiais civis identificaram através das câmeras de segurança do hotel, quando o funcionário retirou uma das caminhonetes Hilux de cor branca.

Com base nas suspeitas a equipe se deslocou até a residência do suspeito, no bairro Jardim Gloria I. Após ser encontrado, o jovem foi perguntado sobre o fato e inicialmente negou o seu envolvimento.

No entanto, ao saber que as câmeras de segurança haviam registrado o momento em que ele, saiu dirigindo o veículo, João Victor passou a colaborar com as informações.

Em seguida o jovem levou os investigadores até a Avenida Júlio Campos, onde estava uma das Hilux furtadas. Na checagem foi verificada que a placa não conferia com o número do chassi. Já a chave do veículo foi apreendido em um terreno baldio no Jardim Gloria.

Depois o funcionário levou os policiais civis a outro terreno baldio no bairro Ipaze, onde foi apreendida a placa original da caminhonete e o documento CRLV. Ato contínuo a segunda caminhonete Hilux de cor branca, acabou sendo encontrada no Hotel Slavieiro Slim, com placa somente na parte dianteira, e parte traseira sem placa.

Conduzido à Derrfva, o funcionário que aproveitava da confiança que tinha do gerente para agir, foi interrogado e alegou que cometia os delitos para utilizar em proveito próprio os veículos. Porém os indícios apontam que as caminhonetes furtadas teriam como destino a Bolívia, pois já estavam com as placas adulteradas.

Após ser autuado em flagrante por furto qualificado mediante por abuso de confiança, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e associação criminosa, João Victor foi apresentado para audiência de custódia no Fórum de Cuiabá, ficando à disposição da Justiça.