Fulô deve recuar de assumir cadeira na Câmara
Fullbanner1



Fulô deve recuar de assumir cadeira na Câmara

Fonte:
SHARE
Foto - Assessoria

O suplente de vereador  Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (MDB), deve recuar de assumir uma cadeira na Câmara de Vereadores, em razão da provável licença do vereador Thiago Muniz (PPS) que deve se ausentar da Câmara por 60 dias.

Caso a licença de Thiago, se concretize, o terceiro suplente Ananias Filho (PR) deve ser chamado. Ananias, no entanto, não deve assumir pois é um dos principais coordenadores da campanha de Wellington Fagundes (PR) ao governo. A quarta suplente, Valéria Bevilacqua (MDB), neste caso poderá ser convocada, ela é esposa do ex-vereador Manoel da Silva Neto, o Doutor Manoel, que nas eleições passadas foi candidato a vice, derrotado na chapa de Percival Muniz.

O primeiro suplente, Reginaldo Santos (PPS), no entanto, está atuando na Câmara, na vaga de Thiago Silva (MDB) que está licenciado para ter dedicação ao processo eleitoral. Thiago é candidato a deputado estadual pelo MDB.

Entre os motivos para Fulô abrir mão de assumir a cadeira, está no fato de que ele ocupa cargo público dentro da estrutura da Câmara, e precisaria ser exonerado e ainda deve ser convidado para ser o coordenador da campanha do deputado Carlos Bezerra (MDB) na região.