Foragido, jovem tem prisão decretada por assassinato na Lions
Adventista

Fullbanner1


Foragido, jovem tem prisão decretada por assassinato na Lions

Fonte: Da Redação NMT
SHARE
Jovem que teria sido o autor do crime tem só 18 anos

O juiz da 1ª Vara Especializada de Família e Sucessões de Rondonópolis, Wanderlei José dos Reis, determinou a prisão temporária do jovem Maruan Fernandes Haidar Ahmed, de 18 anos, identificado como o autor dos disparos contra o empresário do ramo de telefonia, Fábio Batista da Silva, de 41 anos, na madrugada do último domingo (18) em uma conveniência na região da Lions Internacional. O despacho do magistrado foi encaminhado à 2ª Delegacia de Polícia Distrital, da Vila Operária, ontem (19).

Maruan é natural de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, já na divisa com o Paraguai. A camionete, uma Amarok branca com placas de Várzea Grande, que o jovem circulava pela cidade no fim de semana, inclusive no momento do assassinato, e que foi encontrada no Aeroporto Municipal Maestro Marinho Franco, ainda no fim de semana, segue em poder da polícia e o paradeiro do suspeito ainda é impreciso. A prisão temporária determinada tem prazo de 30 dias, podendo ser convertida em prisão preventiva posteriormente para manutenção da detenção do suspeito, caso o entendimento não seja o de que ele possa responder em liberdade.

O caso causou comoção não só em Rondonópolis, mas em todo estado pelas características do crime. Fábio foi morto ao interpelar o suspeito pelo mesmo estar tirando o sossego de pessoas que estavam presentes na conveniência com o farol alto da camionete. As imagens do circuito de segurança do local foram divulgadas nesta terça-feira (20) e mostram que um outro cidadão chegou a tentar conversar com o condutor da Amarok, mas desistiu. Foi quando Fábio se levantou em meio as mesas, foi até o veículo e bateu no capô para chamar a atenção do perturbador. Após uma rápida discussão, Fábio foi alvejado de maneira fatal assim que voltava à sua mesa.

Acompanhe abaixo o momento exato da discussão e do disparo contra Fábio. O empresário morreu no local e deixou três filhos menores de idade.