Família é presa suspeita de matar pecuarista que denunciou abate de gado
Adventista

Fullbanner1


Família é presa suspeita de matar pecuarista que denunciou abate de gado

Fonte: Da redação com G1
SHARE
Elói Pereira Duarte, de 77 anos, foi encontrado morto nos fundos da fazenda dele, em Poxoréu (Foto: Arquivo pessoal)

Cinco pessoas foram presas neste final de semana por suspeita de terem envolvimento na morte de um pecuarista, Elói Pereira Duarte, de 77 anos, em abril deste ano nos fundos da fazenda dele, em Poxoréu, a 259 km de Cuiabá.

O pecuarista foi encontrado morto amarrado em uma árvore. Ele foi morto uma semana depois de ter denunciado o abate clandestino de gados na propriedade dele.

O grupo teria cometido o crime para, além de roubar o gado, pegar uma arma da vítima.

Depois de quatro meses de investigações, a Polícia Civil de Guiratinga, com o apoio da delegacia de Rondonópolis, conseguiu prender os cinco suspeitos da morte do pecuarista. A prisão ocorreu numa operação chamada ‘Fascinoras’.

As investigações revelaram que o crime teria sido motivado por represália, já que o pecuarista tinha feito denúncias sobre abate clandestino de gado.

“Essa vítima sofreu alguns crimes de furto na propriedade. O gado seria abatido no local e desossado. Ele registrou dois boletins de ocorrência: um em novembro de 2017 e outro no dia 8 de abril desse ano. No dia 13 de abril ocorreu o latrocínio”, disse a delegada Ligia Avelar.

O principal envolvido no crime e responsável pela morte seria Elias Monteiro Pimentel, de 46 anos, que teria interesse em roubar a arma da vítima.

A mulher dele, Suzanna Silva de Aquino, também foi presa suspeita de envolvimento no roubo e no assassinato.

Outras três pessoas, Giovanni Rodrigues da Cruz, Julia Graziela Silva de Aquino e Daniela Silva de Aquino, todos da mesma família, também teriam participado dos furtos de gado ocorridos na fazenda da vítima.

Os suspeitos foram levados para a cadeia Pública de Rondonópolis e devem ser encaminhados para Poxoréu. A arma roubada não foi encontrada.