“Fakenews”: Vereador não tem poder de fazer projeto de escola militar
Supermoveis



“Fakenews”: Vereador não tem poder de fazer projeto de escola militar

Fonte: Chico Oliveira
SHARE
Câmara de Vereadores de Rondonópolis (MT) (Foto: Google Maps/Reprodução)

O “Fakenews” está em discussão em todo país, uma forma de combater as mentiras na internet. Esse é um papel de todo cidadão de bem e os desavisados precisam saber quando algo não está dentro da realidade.

Fica muito mais difícil combater o “Fakenews” em Rondonópolis, principalmente porque tem vereador que adora se aparecer e fazer demagogia em rede social dizendo ser pai de projeto que não é de incumbência jurídica de vereador.

Exemplo dessa semana é a escola militar assinada pelo governo do estado para o município, que é um trabalho do deputado Sebastião Rezende (PSC) mas tem vereador que diz que é dele. Oras, em Rondonópolis se for levar em consideração a fala de um sujeito na Tribuna da casa de leis e depois acreditar que aquilo virou um projeto por conta daquela fala é simplesmente um pensamento muito raso, e desonesto por parte do tal vereador que é oposição ao governador.

Para terminar deixo uma reflexão, ou o governador é idiota ao ponto de trazer escola militar para Rondonópolis a pedido de um vereador de oposição que toda quarta-feira fala mal de seu governo ou o trabalho do deputado Sebastião Rezende precisa ser mais valorizado e principalmente o empenho do governador Pedro Taques.