Fábio Garcia é o mais cotado para substituir Mauro Mendes na eleição
Supermoveis

Fullbanner2


Fábio Garcia é o mais cotado para substituir Mauro Mendes na eleição

Deputado disse que vai conversar com sua família para decidir se vai disputar Prefeitura de Cuiabá

Fonte:
SHARE
Foto:Assessoria.

Ficou para esta sexta-feira, último prazo para a realizações de convenções visando as eleições municipais, a definição do nome de quem vai substituir o prefeito Mauro Mendes (PSB) na eleição para a Prefeitura de Cuiabá. Alegando problemas pessoais, o prefeito surpreendeu a todos na manhã desta quinta-feira ao anunciar que não seria mais candidato à reeleição. O deputado federal Fábio Garcia, presidente do PSB é o mais cotado para disputar o pleito. Ele deve anunciar a candidatura amanhã, depois de conversar com sua família. Se não aceitar, o grupo de aliados, liderado pelo governador Pedro Taques (PSDB) já tem um plano B, o empresário do ramo de comunicações, João Dorileo Leal.

A inesperada decisão de Mauro Mendes em deixar a disputa à reeleição, provocou um grande alvoroço entre os aliados do prefeito e do governador Pedro Taques. Era preciso definir com urgência um nome para substituir Mendes e em condições de brigar pela vitória no pleito de dois de outubro. Pela manhã vários nomes foram sondados, entre eles o deputado federal Fábio Garcia. Todos declinaram do convite alegando que tinham compromissos sérios. Garcia chegou a afirmar que fora eleito para seu primeiro mandato como deputado federal e que não pretendia deixar a função.

Diante de tantas negativas surgiu o nome do empresário João Dorileo Leal, que não entanto aparecer no início da tarde avisando que não havia sido convidado por ninguém e nem mesmo para a reunião no ninho tucano.

A necessidade de se definir o substituto de Mauro Mendes levou o grupo a promover uma reunião no final da tarde. O governador Pedro Taques foi convocado para o encontro e chegou à sede do PSDB avisando que seu grupo teria um nome para vencer a eleição. Depois de muitas discussões chegou-se ao consenso de que o deputado federal Fábio Garcia, cuiabano e de família tradicional na Capital era o melhor para a disputa. Garcia, em virtude da insistência resolveu deixar sua definição para esta sexta-feira. Ele alegou para que dizer sim teria de ter o apoio de sua família.

O outro possível candidato do grupo, o empresário Dorileo Leal (PSDB), enfrenta alguma resistência por pairar dúvidas sobre sua elegibilidade, já que ele não teria se desincompatibilizado da administração do Grupo Gazeta de Comunicação, detentor de concessões públicas de rádio e TV.

Ao final do encontro o governador Pedro Taques disse não ter dúvidas de que Fábio Garcia será o candidato do grupo.

“É o consenso, mas além de Fábio Garcia temos outros candidatos”, declarou o governador ao sair do diretório do PSDB, na noite desta quinta. Nos bastidores, corre a informação que ele seria o favorito de Pedro Taques – que inclusive teria se dedicado a tentar convencer Fabio a encarar a corrida eleitoral. Ao ser questionado, porém, se teria feito algum apelo ao deputado, Taques demonstrou impaciência. “Com todo o respeito, quem desejar ser prefeito de Cuiabá, não precisa de apelo”, disse.

Ainda sendo assediado pelos aliados, Fábio Garcia deixou a reunião não dando nenhum sinal de que dirá sim nesta sexta-feira.

“Nosso projeto sempre foi candidatura do Mauro Mendes. Estou no meu primeiro mandato como deputado federal, assumi um compromisso com Mato Grosso e Cuiabá de ajudar minha cidade e, nesse momento, vou cumprir meu mandato. Não deixo de ter o sonho de ser prefeito, mas essa é minha posição nesse momento. Vou ter uma conversa com minha família. A opinião da minha família é essencial para mim, sempre escuto minha esposa. Acho difícil [mudar de ideia]”, disse.
Uma nova reunião de todos os partidos envolvidos deve ser feita na sexta-feira (5) a partir das 10h, no diretório do PSDB, no bairro Santa Rosa. Para vice-prefeito, são cotados o suplente de deputado federal José Augusto Curvo “Tampinha” (PSD), o ex-secretário municipal de Educação Gilberto Figueiredo (PSB) e o vereador Adevair Cabral (PSDB), segundo o próprio Tampinha.
Fonte:24HorasNews.

 

Montreal