EXPOSUL: Taques fala de Blairo, que fala de Sachetti, que não quer...
Fullbanner1

Fullbanner2


EXPOSUL: Taques fala de Blairo, que fala de Sachetti, que não quer polêmica

Fonte: Da Redação
SHARE
Foto - Assessoria

Para os que apontam um possível ou até inevitável racha em curso entre o atual governador, Pedro Taques (PSDB), com o grupo do senador licenciado e ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), aparentemente o tempo é de conciliação entre as partes, pelo menos da parte tucana. A maior prova disso foi neste início de semana, em meio a abertura oficial da 45ª edição da Exposul, em Rondonópolis, onde o chefe do Executivo estadual rasgou elogios a Blairo.

Em rápida fala à imprensa, em dois momentos Taques tratou de falar do nome do ministro com tom de aprovação ao seu trabalho no Governo Federal. O governador chegou a indicar que Maggi é um dos maiores responsáveis pela crescente contínua do setor agropecuário do estado porque “vem mostrando para o Brasil e para o mundo a força de Mato Grosso”.

O Ministério da Agricultura, no ato representado pelo próprio Blairo, entregou 44 veículos ao Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso – Indea, que ainda assinou um termo de cooperação técnica com vários fundos, como a Famato e a Fase, que por articulação do Governo do Estado disponibilização cerca de R$ 9,5 milhões para a reforma e equipagem de 75 das 132 escritórios do Indea no estado.

Em sua fala, Blairo deixou claro a importância política do Sindicato Rural e da própria Exposul. “Estamos falando de um palco importante não só para os negócios, mas para a política. Eu sou um desses exemplos, eu comecei minha vida política, por assim dizer, no Sindicato, participando junto com os amigos e contribuindo, assim como o próprio Adílton Sachetti (deputado federal) também. Então além de uma mostra da Agricultura, é uma mostra das pessoas que se entregam a coletividade. Aqui comemoramos a agricultura e a política juntos”, resumiu Maggi.

Citado por Blairo e ex-presidente do Sindicato Rural de Rondonópolis, Adilton Sachetti (PSB) foi outro a participar do evento de abertura da Exposul e ressaltar sua importância para a cidade. “Esse é o evento de Rondonópolis, que mostra o potencial do Mato Grosso e da cidade. Hoje faz 20 anos que fui presidente e há 20 anos se assinava aqui a criação do Fundo de Apoio a Cultura do Algodão, que revolucionou essa cultura no nosso estado. O então governador, Dante de Oliveira, aqui homologou o decreto. Isso demonstra como a Exposul é grande e como Rondonópolis é grande”, analisou, Adilton.

Apontado como um possível nome ao Governo do Estado, neste eventual novo grupo que seria formado, o atual deputado federal não quis polemizar quando questionado pelos jornalistas sobre o assunto. “Eu não olho por esta forma. Estou deputado e seguirei cuidando do mandato. Nós precisamos deixar a política para a hora da política, agora é hora do trabalho”, ressaltou Adílton.

Montreal