Exemplo ao lado: Raniel se empolga em observar e aprender com ídolos
Fullbanner1



Exemplo ao lado: Raniel se empolga em observar e aprender com ídolos

Fonte: Maurício Paulucci
SHARE

De um lado, um treinador que já foi da seleção brasileira. Ao redor, vários jogadores que também já vestiram a amarelinha, outros que já ganharam Brasileiros e Libertadores. Para Raniel, parece videogame, mas não é. O jogador de 20 anos disputa vaga no ataque do Cruzeiro com Rafael Sobis e Ábila, dois jogadores muito experientes.

VEJA TAMBÉM:>> Sonhando com liderança do Mineiro, Cruzeiro encara um velho conhecido

Somados, a dupla tem quase três vezes a idade do jovem. Mas se a concorrência poderia assustar o jogador, ela tem sido convertida em aprendizado. 

– Nunca imaginava jogar com os jogadores que estão aqui, de seleção brasileira, agora eu estou realizando esse sonho. É até bom, porque você tem inspiração, você tem um motivo a
mais para estar trabalhando. 

Além das conversas, conselhos e toques, as lições vem da observação. Não é difícil flagrar Raniel com os olhos fixados em Ábila e Sobis, observando cada passo dos seus concorrentes e professores. 

– Eles jogando, já está me ajudando, eu vendo eles jogarem,
para mim é bom, porque vejo a movimentação deles. Cada dia é um aprendizado pra
mim, no dia a dia eles me ensinam muito jogando. 

Com relação à concorrência, Raniel acredita que ela só é benéfica ao clube, por ter jogadores de nome para a posição e jovens valores, como ele. 

– O bom dessa disputa é bom para o treinador, e para nos
atletas. São jogadores renomados, cada um tem seu reconhecimento, mas eu vou
trabalhando, com humildade sem passar pro cima de ninguém. Espero ter oportunidades – completou.