Exclusivo: Jovem que morreu após colidir em árvore, teve participação em morte...
Fullbanner1



Exclusivo: Jovem que morreu após colidir em árvore, teve participação em morte de Sargento da PM, diz Policia

Fonte: Bruno Pinheiro
SHARE
(Foto: Reprodução/ Facebook)

Cristopher Almeida Ossuna, 18 anos, morreu após colidir em uma árvore durante uma perseguição Policial na noite desta terça-feira (13), de acordo com a Polícia ele teve participação na morte do Sgt da Policia Militar em Rondonópolis (218 km de Cuiabá).

Marca de tiro na parede de loja em Rondonópolis.
(Foto: Reprodução/TVCA)

De acordo com informações da Polícia, Cristopher teve participação na morte do Sargento da Policia Militar, Aloisio Freitas, baleado após entrar em uma loja em 2016. Segundo testemunhas, os criminosos atiraram duas vezes. Uma das balas atingiu o pescoço do policial, enquanto a outra acertou a parede da loja.

Os bandidos roubaram a arma do PM e fugiram. Freitas não estava fardado no momento do crime.

 A Policia relata que o homicídio foi cometido por dois homens que estavam numa motocicleta. De acordo com a assessoria da PM, seis pessoas foram presas, em uma ação que teve à frente o comandante do CR4, tenente-coronel Edgar Maurício Domingues, cinco acusados foram presos no mesmo dia do crime. São eles: Layon Aparecido dos Santos Ossuma, 21, e seu irmão menor, C.A.O., de 16; Alessandro Paulo de Oliveira, 25, e outros dois adolescentes C.O.M., 16, e J.A.A., 17. Já Alex Júnior de Almeida Ossuna conseguiu fugir. O sexto o suspeito, de 21 anos, foi encontrado escondido em uma casa no Bairro Padre Ezequiel Ramim, após uma denúncia anônima. O rapaz teria tentado resistir à prisão, segundo à polícia. Ele foi levado à força para a 1ª Delegacia de Rondonópolis, onde deve prestar depoimento e, posteriormente, ser encaminhado a uma unidade prisional. Com ele, a polícia apreendeu uma arma de fogo.

Na época Cristopher Almeida Ossuna era menor, 16 anos, e foi liberado. Ossuna tinha passagens pela Polícia por roubo seguido de morte e cárcere privado.