Ex-secretário repete Malouf e confirma Taques dentro de esquema da Seduc
Fullbanner1



Ex-secretário repete Malouf e confirma Taques dentro de esquema da Seduc

Fonte: Da Redação NMT
SHARE
Permínio e Taques fiscalizando novo uniforme escolar quando o primeiro comandava a Seduc. Foto - José Medeiros/GCOM MT

A semana não vem sendo nada boa para o pessoal do “Judiciário” da política de Mato Grosso. Após a ex-juiza e candidata ao Senado Federal, Selma Arruda (PSL), ser acusada de ter participado do esquema de grampos ilegais do estado pelo cabo réu-confesso Gerson, foi a vez do ex-procurador da República e atual governador, Pedro Taques (PSDB), levar a sua bordoada. O ex-secretário de Educação de Mato Grosso, Permínio Pinto (PSDB), delatou à Justiça, segundo publicação da Folha de São Paulo, deste início de semana, que Taques participou do esquema de fraudes em contratos para beneficiar empreiteiras, via Governo do Estado, como forma de pagamento de dívidas de campanha que o levou ao comando do Executivo, em 2014. O tucano se defendeu e disse que quando a Operação Rêmora foi deflagrada, em 2016, exonerou servidores comissionados envolvidos e abriu processo administrativo contra efetivos. Um dos empresários envolvidos em todo esquema é Alan Malouf, que assim como Permínio também foi preso e também já delatou o envolvimento não só de Taques, como do deputado federal e liderança estadual do PSDB, Nilson Leitão, que atualmente busca uma vaga no Senado nas eleições de outubro.