Estudante tenta tirar selfie em prédio e morre ao cair da janela
Supermoveis


Macropel

Estudante tenta tirar selfie em prédio e morre ao cair da janela

Fonte: R7
SHARE
Tragédia aconteceu em Londres. Vítima era viciada em selfie. Foto: Reprodução/Instagram.

A neozelandesa Toni Kelly se mudou para Londres, Inglaterra, em agosto para participar de um programa de ensino. Deveria ficar lá por seis meses. Segundo amigos, ela era “viciada em selfie” e a paixão acabou custando a vida.

Toni teve um fim trágico após cair de uma janela do segundo andar de um edifício na capital britânica, justamente enquanto tentava tirar um autorretrato.

Os pais, que moram em Melbourne, na Austrália, foram até Londres para cuidar do translado do corpo da filha. Devastados, amigos e familiares agora estão tentando arrecadar dinheiro para trazer o corpo de Toni para casa. Eles criaram uma campanha online para ajudar nos custos da “viagem” e outras despesas extras.

Até da manhã desta quinta-feira (23), a vaquinha conseguiu juntar cerca de R$ 84 mil. “Estamos completamente sem chão e mal podemos esperar para trazê-la de volta”, disse a irmã Stacey Kelly. Stacey agradeceu as pessoas que fizeram doações através do site Givealittle. “Eu só quero agradecer do fundo do meu coração pelo apoio infinito”, disse.

Em entrevista ao Daily Mail Australia, Paige Hourigan também lamentou a morte da amiga. “Era uma garota linda que para sempre será lembrada, principalmente por seu sorriso”, disse. Segundo Paige, Toni era a amiga “mais alegre e divertida”. No Instagram, a garota postava fotos das viagens que fazia. Era fascinada por selfies e fazia questão de tirar foto em todo lugar que ia. Adorava praia. “Toni era uma daquelas pessoas que não tinha tempo ruim”, homenagearam os amigos.

“Minha sobrinha morreu em um terrível acidente. Todos sentirão falta dela”, escreveu Sharon Kelly, tia da vítima.

Montreal