Estado inaugura Complexo Regulador e Central de Regulação do Samu
Adventista



Estado inaugura Complexo Regulador e Central de Regulação do Samu

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

O governador Pedro Taques inaugurou nesta segunda-feira (27), em Cuiabá, a reforma do Complexo Regulador Estadual e a Central de Urgências do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Mato Grosso. As unidades darão mais agilidade aos atendimentos para que a população não tenha que ficar muito tempo na lista de espera para realizar cirurgias de média e alta complexidade.

A estrutura não passava por reforma há 12 anos e as salas destinadas às centrais (1º e 2º andar) foram construídas em um prazo recorde de 40 dias.  A reforma atende uma exigência do Ministério da Saúde e faz parte da conclusão do plano estadual de regulação do Sistema Único de Saúde (SUS) de Mato Grosso, previsto para dezembro de 2017.

“A Central de Regulação é importante. Aqui, vamos ter um tratamento mais digno, além do tratamento fora de domicílio. É uma ambiência laboral e profissional que também dá dignidade aos servidores da Secretaria de Saúde”, afirmou o governador Pedro Taques.

O prédio está dividido em salas, sanitários, área externa e auditório para treinamento e, foi mobiliado e equipado com recursos federais no valor de R$ 35 milhões.  Os atendimentos serão realizados de forma interligada entre as 16 regionais e os 141 municípios do Estado.

No complexo, também irão funcionar os serviços de Tratamento Fora de Domicílio (TFD), Coordenação de Regulação e Gerência de Apoio ao Complexo Regulador, Coordenação de Transplante, Home Care, Central de Regulação de Exames de Alta Complexidade, Assessoria Técnica do Sistema Nacional de Regulação (Sisreg), com Núcleo de Educação Permanente e Central de Regulação de Leitos Hospitalares.

Os recursos restantes serão repassados pelo Ministério da Saúde após vistoria prevista para os próximos dias, conforme adiantou a secretária-adjunta de Regulação, Maria Gabriela Teixeira. Com a nova sede, será implantando o projeto “Samu 100%” em Mato Grosso, conforme os critérios estabelecidos pelo ministério.

“Este ano vamos retomar todo o projeto de implantação do SAMU 100% e dos complexos reguladores dentro do Estado. Dentro de 15 dias o Ministério deve fazer a visita técnica e liberar o recurso restante que é de aproximadamente R$15 milhões”, explicou.

Ainda segundo a secretária, a maior procura na Central de Regulação é por cirurgias oftalmológicas. “Neste sentido temos reforçado as campanhas durante a Caravana da Transformação, junto com o credenciamento de serviços de oftalmologia de média e alta complexidade dentro Estado inteiro. Neste mês abriremos uma licitação para o credenciamento de serviços de oftalmologia, cardiologia e Home Care, finalizando esta etapa da judicialização de serviços”, finalizou a secretária.

Os atendimento são feitos a cada 24h e são registrados em média 200 por mês. A regulação do Samu é feita pelo 192, onde é feito o registro dos dados da vítima, local e o que ocorreu. A ligação é atendida pelo tele atendente que transfere a ligação para o médico regulador destinar qual ambulância (básica ou avançada) deve ser utilizada, seguindo a classificação de risco.

A frota do Samu em Cuiabá é composta por três ambulâncias básicas e duas avançadas. Em Várzea Grande são duas básicas e uma avançada. Nos municípios de Poconé, Chapada, Brasnorte, Colniza, Cotriguaçu, Aripuanã há ambulâncias básicas e em Juína tem uma básica e uma avançada.

“Há 10 anos esperávamos essa concretização da inauguração da Central de Regulação das Urgências. Em termos de atendimento, vamos melhorar a questão do monitoramento das nossas ambulâncias, a capacitação da equipe e com essa adequação pretendemos ampliar a estrutura em termos de frota nova”, ressaltou a superintendente do Samu em Mato Grosso, Graziela Pacheco.

O Complexo Regulador Estadual e a Central de Urgências do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Mato Grosso estão situados na Rua Comandante Costa, na região Central de Cuiabá.