Esposa revela que suspeito de matar empresário em VG é PM
Supermoveis



Esposa revela que suspeito de matar empresário em VG é PM

Fonte: Da redação com Folhamax
SHARE
Foto: Internet.

Talita Francyelli, esposa do empresário Rafael Henrique Santi, morto com um tiro no peito após uma confusão na saída de um baile funk em Várzea Grande usou a página do Facebook para dizer que o suspeito de matar seu marido seria um policial.

“Olha ai senhor policial, o que você destruiu. Ele era trabalhador e pai de família. Filhos pequenos, que dependiam dele para tudo. O senhor deve estar em casa, tranquilo, achando tudo normal”, descreveu em uma das postagens.

Ao FOLHAMAX, Talita disse muitas pessoas que estavam no local relataram que o autor dos disparos que matou seu marido seria um segurança que estava trabalhando na festa. No entanto, ele seria um policial da Rotam que estava de folga.

A assessoria da Polícia Civil informou que não será adiantada a identidade do suspeito. “Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) está investigando o caso e quando tiver certeza da autoria tomará as providencia para responsabilizar o autor”, respondeu em nota.

O caso é investigado pelo delegado Marcelo Jardim.

FAMA DE “ENCRENQUEIRO”

Talita também contou que as informações que estão compartilhando nas redes sociais de que o suspeito de matar seu marido seria um amigo dele, não são verdadeiras. Ela esclareceu que houve um desentendimento entre Rafael e esse amigo, mas que ele não estava no local na hora do crime.

Vários áudios divulgados em rede sociais relataram que a vítima tinha uma “fama” de ser “revoltado” e nervoso. A confusão seria por conta de um desentendimento quando o empresário iria sair da festa e “jogou” lama em um grupo de pessoas.

Em seguida ele teria deixado à mulher em casa e retornou a festa armado.  Testemunhas relataram a Polícia Militar de que Rafael chegou ao local e efetuou disparos de arma de fogo, sendo alguns para o alto. Neste momento ele teria sido alvejado com dois tiros – um no peito.

Vídeos divulgados em aplicativos mostram o rapaz sendo resgatado por amigos. Ele chegou a ser socorrido no pronto-socorro de Várzea Grande, mas morreu na unidade de saúde.

Foto: Internet.