Esbanjando prepotência, Selma diz que “não conhece” possível adversária
Adventista

Fullbanner1


Esbanjando prepotência, Selma diz que “não conhece” possível adversária

Fonte: Da Redação NMT
SHARE
Foto - Reprodução

Cada dia mais frágil politicamente, visto que o PSL não tem chances de tocar um projeto majoritário sozinho no Mato Grosso e tem dificuldades de compor com qualquer um dos arcos de aliança apresentados até o momento, a ex-juíza, Selma Arruda (PSL), ao invés de tentar aglutinar, segue acumulando inimigos e diminuindo a possibilidade de ter aliados e assim conseguir sua almejada candidatura ao Senado Federal. Ao ser questionada sobre uma crítica, extremamente plausível, feita pela empresária Margareth Buzetti (PP), pré-candidata ao mesmo cargo que ela, mas por sua vez já acomodada com seu partido no grupo político do senador Wellington Fagundes (PR), Selma demonstrou que não economiza em arrogância. Buzetti apontou Selma como “uma juíza que combate a corrupção e defende auxílio-moradia para complementar o salário”. A progressista afirmou que defende “que juiz ganhe muito bem”, mas repudiou artimanhas para aumento de salário, sinalizando que isso nada difere de corrupção. Em réplica, a ex-magistrada preferiu usar a empáfia para contra-atacar.”Quem é Margareth Buzetti? Não conheço essa pessoa”, disse, referindo-se a presidente da Associação das Empresas do Distrito Industrial de Cuiabá – Aedic.