Equipes do Cras estimulam a participação na Conferência dos Direitos do Idoso
VendaMais

Equipes do Cras estimulam a participação na Conferência dos Direitos do Idoso

SHARE
Foto: Matusalem Teixeira

Por Coracy Lima

onscientizar homens e mulheres da Geração Melhor Idade sobre a importância de participarem das discussões na 4ª Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa de Rondonópolis que acontece nos dias 21 e 22 de maio, no Centro Cultural José Sobrinho. Essa é a meta das equipes das unidades do Centro de Referência de Assistência Social – Cras que decidiram realizar miniconferências para estimular a participação dos principais interessados na definição de políticas públicas que vão beneficiar a população de cabelos brancos.

 

Na tarde desta quinta-feira (26), a miniconferência aconteceu durante o baile da terceira idade realizado no Cras Cidade Alta. A assistente social e integrante do Conselho do Idoso, Paula de Ávila Assunção Castelli, destacou o papel da conferência dentro de um país democrático como o Brasil, na conversa com os idosos do bairro. “Essa é a hora de todos falarem e defenderem as reivindicações. Isso vira proposta que é levada a Brasília para se tornar lei. Todas as leis são oriundas das conferências. Por isso é importante participar”, orienta.

 

Paula de Ávila explicou que na Conferência Municipal acontece uma palestra e depois a discussão de diversos temas em grupos. Vão ser debatidos três eixos temáticos. O primeiro deles é a gestão que engloba programas, projetos, ações e serviços. O segundo tema é financiamento, com base em Fundos da Pessoa Idosa e Orçamento Público. E o terceiro é a participação política e de controle social.

 

Nessa discussão os participantes vão poder defender interesses como de aposentadoria, transporte, habitação, saúde, preferência na fila e vagas de estacionamento, por exemplo. Ela acrescentou que a miniconferência é o momento para os participantes dos grupos intergeracionais do Cras apresentarem sugestões de propostas a serem levadas para a conferência Municipal. “Quem sabe o que está bom e o que está ruim para a Geração Melhor Idade são os idosos”, afirma.

 

Rondonópolis deve eleger delegados para a Conferência Estadual e Mato Grosso escolhe os representantes para o evento Nacional. A conferência que vai debater os direitos da pessoa idosa em todo país acontece em Brasília, no mês de dezembro.

 

O Cras Cidade Alta que é coordenado por Ilma Borges de Carvalho atende dois grupos de idosos dentro do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. Um grupo de 22 pessoas sexagenárias se reúne naquela unidade, nas quartas-feiras. Às quintas-feiras outros cerca de 150 homens e mulheres da Geração Melhor Idade participam dos encontros e o baile do idoso às quintas-feiras.

NENHUM COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO