Encontro busca aprimorar projetos sociais da Segurança Pública
Supermoveis

Fullbanner2


Encontro busca aprimorar projetos sociais da Segurança Pública

As forças de segurança atuam em 10 projetos sociais em Cuiabá e Várzea Grande

Fonte:
SHARE
Foto:Assessoria.

Uma parceria entre as secretarias de Segurança Pública (Sesp) e de Trabalho e Assistência Social (Setas) irá fortalecer projetos sociais voltados à inclusão de crianças e adolescentes em atividades educacionais, esportivas e de lazer.

A aproximação entre as pastas envolve dez ações desenvolvidas atualmente pelas forças de Segurança Pública, tais como o Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas), De Bem Com a Vida, De Cara Limpa Contra as Drogas e o Bombeiros do Futuro.

“A Sesp e Setas estão engajadas e integradas para o fortalecimento dos programas sociais para que eles tragam uma resposta social cada vez melhor”, avaliou o secretário de Segurança Pública, Rogers Jarbas.

O tema foi debatido em reunião realizada nesta terça-feira (30.08), na Sesp, na qual os representantes de cada projeto apresentaram como são feitos os atendimentos e qual o público-alvo de cada atividade.

O secretário de Trabalho e Assistência Social, Valdiney de Arruda, participou do encontro e qualificou a parceria como “inédita”. Segundo ele, o diálogo entre as instituições fará com que as atividades sociais sejam impulsionadas.

“Fizemos debates e agora estamos colocando algumas ações em prática. Ação interinstitucional é importante. A Secretaria vai aprimorar a linguagem e ajudar na captação e oferta de recursos financeiros para tornar ações mais efetivas e ampliar para o Estado”, afirmou o secretário.

Projetos sociais

A repressão qualificada aliada à prevenção primária é um dos caminhos para a redução da criminalidade. No âmbito da Segurança Pública, a maior e mais antiga atividade é o Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), coordenado pela Polícia Militar.

O Proerd começou em 2000 e surgiu da necessidade de um trabalho contínuo de prevenção em razão do aumento do consumo de drogas, proibidas ou não, entre crianças e adolescentes em idade escolar.

Além do Proerd, a Polícia Militar também desenvolve projetos como Judô Bope e Jiu Jitsu Rotam. Por meio de atividade esportiva de artes marciais, os projetos atendem crianças e adolescentes com o objetivo de prevenir e afastá-las das drogas e outras formas de violência.

Idealizado pela Polícia Judiciária Civil, o programa De Cara Limpa Contra às Drogas surgiu em 2008 para conscientizar crianças e adolescentes sobre os malefícios decorrentes do uso de substâncias entorpecentes.

As palestras nas escolas abordam temas como: drogas lícitas e ilícitas: uso, abuso e consequências; prevenção às drogas, violência e criminalidade; prevenção ao uso de álcool e outras drogas; direito e deveres da criança e do adolescente, cidadania e prevenção ao uso de drogas, dentre outros temas.

Ainda no âmbito da Polícia Judiciária Civil está o programa De Bem Com a Vida, que tem como foco os problemas relacionados ao consumo de álcool por adolescentes.

No contexto da prevenção, o Corpo de Bombeiros Militar trabalha com o programa Bombeiros do Futuro. Crianças e adolescentes de 11 a 15 anos, estudantes da rede pública de ensino, participam de aulas ministradas por bombeiros militares sobre primeiros socorros, cidadania, educação para o trânsito, prevenção ao uso de drogas, entre outros temas.

Fonte:24HorasNews

Montreal