Empresário vaza vídeo de sexo oral com servidora pública em MT
Supermoveis



Empresário vaza vídeo de sexo oral com servidora pública em MT

Fonte: Da redação
SHARE

A Polícia Civil vai investigar vídeos íntimos de uma servidora de Mato Grosso, que vazou na internet. O caso foi denunciado no começo do mês na delegacia de Sinop, que fica a 174 km da cidade, e tem como principal suspeito um ex-namorado da mulher.

A vítima de 36 anos relatou que os vídeos foram divulgados após ela terminar um relacionamento amoroso com um empresário do ramo de distribuição de bebidas de Sinop. Ele é apontado como suspeito de divulgar vídeos do casal em cenas se sexo oral em grupos de Whatsapp.

O relacionamento teria terminado em setembro do ano passado e o empresário teria feito ameaças a servidora. Irritado com a separação, ele passou a divulgar os vídeos da servidora para grupos de amigos.

As divulgações de imagens íntimas sem o consentimento pode levar a prisão de três meses a um ano, além do pagamento de multa. A Lei Federal prevê que o crime de difamação e injuria.

O caso será investigado pela Polícia Civil. Com informações do Folhamax.