Empresário e família são mantidos amarrados a noite toda e PRF recupera...
Adventista

Fullbanner1


Empresário e família são mantidos amarrados a noite toda e PRF recupera veículo

Fonte: Bruno Pinheiro
SHARE
Foto: Reprodução redes sociais.

Na noite desta terça feira (03), um empresário e sua família foram rendidos enquanto saiam de um supermercado, localizado na avenida Fernando Correa, Vila Aurora, em Rondonópolis (218 km de Cuiabá). Eles foram surpreendidos por dois assaltantes.

As informações repassadas ainda são poucas, porem de acordo como o Boletim de Ocorrência (BO), um membro da família relatou que dois suspeitos chegaram em posse de uma arma de fogo e anunciando o assalto. Os criminosos anunciaram o assaltou e ordenou a família, com quatros pessoas, a seguir com o veículo, modelo Toyota Corolla de cor cinza até a própria residência da família. O outro suspeito seguiu as vítimas em um veículo modelo Gol de cor branco.

Na residência a família foi mantida dentro de um cômodo da casa, e os suspeitos buscavam por objetos no interior da residência. Aparelhos eletrônicos foram subtraídos e colocados dentro do veículo da família.

Pela segunda vez colocaram a família dentro do veículo, e deslocaram até uma igreja no bairro Vila Operária, e deixaram os objetos no local, após isso deslocaram até a praça do bairro e encontraram com outro suspeito.

Os suspeitos levaram a família novamente para a residência, sobre várias ameaças e amarraram todos dentro de um quarto a onde permaneceram até a manhã desta quarta-feira (04).

Na fuga os suspeitos fugiram com o veículo da família e uma caminhonete S10 de Cor Branca.

 

Veículo Recuperado.

De acordo com o Superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) Aristóteles Cadidé, uma força tarefa foi montada em todo o estado de Mato Grosso, e na manhã desta quarta-feira, o veículo S10, foi recuperado na cidade de Cáceres (217 km de Cuiabá) e já está em poder da PRF.

O Veículo Toyota Corolla de cor cinza ainda não foi localizado.

 

Até o momento nenhum suspeito foi preso, à Polícia deve investigar e continuar com às diligências, a fim de capturar os envolvidos.

Foto: PRF