Emocionado, Jorge se despede do elenco do Fla: “Deixo meu coração”
Supermoveis

show


Emocionado, Jorge se despede do elenco do Fla: “Deixo meu coração”

Fonte: Amanda Kestelman
SHARE

A manhã foi de despedidas. Após a confirmação de sua saída do Flamengo para o futebol Europeu,  Jorge fez questão de dar adeus pessoalmente aos companheiros e funcionários do Flamengo. Logo cedo, o agora lateral do Monaco encontrou o time antes da viagem para Natal, onde o Rubro-Negro jogará a estreia do Carioca contra o Boavista. Emocionado, ele agradeceu o clube e a oportunidade de poder atuar na Europa.

– É muita coisa (que passa pela cabeça), impressionante. Até o amistoso contra o Vila Nova não tinha nada certo ainda. É um momento que vai ficar marcado e vou levar para o resto da vida o Flamengo comigo. Não tem como não levar porque é um dos motivos para estar indo embora hoje para um clube com conhecimento enorme na Europa. Fico feliz pelo reconhecimento que tiveram por mim atuando pelo Flamengo. O carinho que vou deixar pelo torcedor é enorme. Sentimento de tristeza de estar saindo do clube que me criou, que fez eu virar homem, ter mais maturidade, a humildade aumentou… Hoje saio pela porta da frente, feliz, sei que dei meu melhor – disse Jorge.

Enquete: venda de Jorge foi boa para o Flamengo?

O jogador de 20 anos atuou pela primeira vez coma  camisa da seleção brasileira na última quarta-feira, no amistoso entre Brasil e Colômbia, no Engenhão. Jorge embarca ainda na noite desta sexta-feira. Apesar da mudança para um país e um futebol diferente do que está acostumado, acredita que vai se adaptar bem. 

 – Vou ter uma semana lá agora para conhecer. Com certeza vou ser feliz lá com os novos companheiros e diretoria.

Apesar da distância, Jorge garantiu que não pretende se distanciar totalmente do clube que o profissionalizou. Ele diz que continuará torcendo de longe e aproveitou para mandar um recado para a torcida rubro-negra.

– Vou estar sempre amando todos os torcedores, como sempre fiz desde pequenininho. E deixo o meu coração aqui, vou estar torcendo de longe pelos meus companheiros e essa nação maravilhosa. Mas vida que segue, futebol é uma caixinha de surpresas e fico feliz em ter ganhado essa caixinha.

Mesmo empolgado com sua primeira experiência no futebol internacional, Jorge ainda não teve tempo para começar a estudar a língua do principado de Mônaco. Por ora, diz saber apenas dar ”bom dia”. 

– Só bonjour (risos)  – finalizou. 

Jorge foi revelado nas categorias de base do Flamengo e disputou duas edições da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Em 2015, depois de boas atuações no time sub-20, foi promovido pelo técnico Vanderlei Luxemburgo. Porém, sua estreia nos profissionais acorreu em 2014, na última rodada da Taça Rio, quando o técnico interino Marcelo Buarque escalou um time reserva.

Sem Jorge, quem assumirá a lateral esquerda do Flamengo é o peruano Trauco, contratado no fim de dezembro. Ele deve ser o titular no sábado, contra o Boavista, na estreia do Rubro-Negro no Carioca.