Emanuel ressalta apoio legislativo para minimizar gastos


Emanuel ressalta apoio legislativo para minimizar gastos

0
Fonte:
COMPARTILHE

A criação de uma nova e desnecessária pasta na Prefeitura de Cuiabá, a da Secretaria Extraordinária 300, para preparar os festejos e as obras para serem entregues durante os eventos do tricentenário da capital de Mato Grosso, em 2019, vai custar cerca de R$ 1,2 milhão ao ano, só de salários, aos cofres públicos da cidade. A perspectiva é de que a tal SEC 300 durará até o fim do mandato do atual prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB), em 31 de dezembro de 2020, ou seja, cerca de um ano e meio após a própria data de aniversário de emancipação do Município. Mesmo podendo colocar a própria Secretaria de Cultura para tocar a organização dos eventos e as Secretarias de Desenvolvimento Urbano, de Obras Público, de Planejamento e de Mobilidade Urbana para tocar os investimentos na infraestrutura da cidade, o prefeito achou por bem onerar ainda mais o povo cuiabano e agora se gaba do apoio de 20 vereadores que conseguiu e que votaram a favor da criação de mais uma repartição pública impactante, do ponto de vista de gastos. Realmente, a desconexão de alguns políticos com a realidade das ruas é gritante.