Em visita histórica, governador anuncia concurso para Ager-MT
Fullbanner1



Em visita histórica, governador anuncia concurso para Ager-MT

Fonte: NOTÍCIAS DE MATO GROSSO com Assessoria
SHARE

Criada há 10 anos, a Agência Estadual de Serviços Públicos e Delegados de Mato Grosso (Ager-MT) recebeu, nesta segunda-feira (23.01), a primeira visita oficial de um governador. Aplaudido de pé pelos servidores, Pedro Taques anunciou a realização de concurso público como parte do plano de reestruturação da autarquia. “Para nós, isto é uma questão de prioridade”, disse, ao selar o compromisso.  

Conforme a diretora Administrativa da Ager-MT, Lucinete Aparecida, analista administrativa há 10 anos do Estado, apesar da área meio contar com servidores extremamente dedicados, 90% são comissionados. Ao ingressar na Agência, junto com o presidente, Eduardo Moura, ela conseguiu garantir a continuidade das ações desta área com a cessão, por outras secretarias, de cinco servidores concursados.

Taques admitiu a defasagem e disse que a solicitação de concurso público para aproximadamente 50 cargos está em andamento na Secretaria de Estado de Gestão (Seges-MT). “Precisamos de salários compatíveis também. A melhoria nos quadros será qualitativa e quantitativa”, frisou o governador. Ele também elogiou o desempenho nas contas da Ager-MT. “Pelo que o Eduardo Moura me mostrou, as contas têm sido superavitárias em relação aos anos anteriores”. 

Nova sede

Quanto ao pleito por uma sede da Agência próxima ao Centro Político Administrativo, Taques disse que apoia o pedido e solicitou que o presidente da autarquia mostrasse o projeto da nova área. “Temos nos esforçado para integrar a Ager-MT ao restante do Estado. Por estarmos distantes fisicamente, nos sentíamos longe também em outras áreas, como na utilização dos sistemas cooperativos, por exemplo, que é uma coisa simples, mas que vários não eram utilizados pela Ager e acabava dificultando a gestão”, explicou a diretora administrativa. 

O processo de concessão foi um ponto enaltecido pelo governador. “Estamos estudando a concessão de rodovias, mas a Ager-MT tem que estar dentro disso. Recomendo fazermos seminários mostrando a importância, o que significa a Ager-MT, vamos fazer convênios com os municípios nas questões do saneamento. Precisamos resolver, de uma vez por todas, a questão do processo licitatório do transporte intermunicipal. Por outro lado, a Assembleia Legislativa (ALMT) vê nulidade no processo que foi feito e quer uma nova licitação, isto está na Sinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística), tem que ser resolvido o mais rápido possível”.

O presidente da Associação dos Servidores Efetivos da Ager (Asager), James Rachid Jaudy, prestou solidariedade ao governador, ao dizer que nenhum servidor da Ager-MT deixaria de cumprimenta-lo. “Queremos ter uma conversa direta, pedimos que não nos isole, aqui estaremos de portas abertas para o senhor, sem ataques pessoais, todos vamos apertar sua mão”.