Em reunião com Taques, PSDB praticamente fecha com Pátio e terá uma...
Fullbanner1



Em reunião com Taques, PSDB praticamente fecha com Pátio e terá uma secretaria

Fonte: Da Redação
SHARE

Um reunião, nesta semana, em Cuiabá, que tinha como pauta principal a assinatura do governador, Pedro Taques (PSDB), de um termo com representantes da Caixa Econômica Federal para retomada das obras, em Rondonópolis, do Residencial Neuma de Morais, acabou servindo para praticamente selar a vinda dos tucanos para dentro da Administração da Prefeitura da maior cidade do interior. Com a presença do prefeito de Rondonópolis, Zé Carlos do Pátio (SD), e membros do PSDB municipal, o acordo, que ainda deve ser sacramentado nos próximos dias, resultou em uma secretaria de destaque que Pátio entregará ao partido. O ex-secretário de trânsito, Argemiro Ferreira, será o indicado do partido para assumir a pasta. As discussões na capital, ainda tiveram a participação do ex-governador Rogério Salles e do deputado federal, Nilson Leitão, ambos do partido.

Ao NMT, recentemente, o presidente da Câmara, Rodrigo da Zaeli (PSDB), já havia dado a entender que seria possível compor com o prefeito, mas desde que algumas questões fossem bem definidas. Mesmo no tempo de oposição, os três vereadores tucanos – Rodrigo, subtenente Guinâncio e Jaílton do Pesque e Pague – nunca foram donos de posturas raivosas e implantadores de dificuldades ao Executivo Municipal. Apesar de ter perdido a votação da mesa, no início do ano, o prefeito conseguiu pôr seus projetos de interesse na urgência que precisava e em nenhum momento a gestão teve complicações, neste sentido, com o legislativo.

Se no passado Pátio foi um homem de muitos adversários, hoje o prefeito tem adotado um perfil conciliador em seu atual mandato, o que tem lhe rendido uma boa relação com a bancada e com o Governo Federal, bem como com o Executivo e Legislativo de Mato Grosso. Na Câmara Municipal, apesar de ter passado momentos sensíveis como quando vereadores decidiram abrir as portas para denúncias sobre o carnaval desse ano, o gestor tem um saldo muito mais positivo que negativo e deve melhorar agora com o novo fechamento.

Sobre o residencial Neuma de Morais, que era o objetivo central do encontro, a preocupação era o anúncio de um novo norte para o empreendimento e as famílias que aguardam o desfecho do caso devido o impasse que virou esse projeto. A construtora que inicialmente responsável pela entrega das 470 casas e infraestrutura do bairro, acabou sendo acometida por uma recuperação judicial e ficou impossibilitada de seguir o serviço. Em um processo de repactuação, os pontos burocráticos da questão foram todos sanados e a projeção é para que os futuros moradores vejam as coisas andarem a passos largos daqui para frente, até porque a época atual de seca no Mato Grosso permite que as etapas de entrega dos serviços sejam cumpridas sem intempéries.

Montreal