Eleições em Mato Grosso devem ter 30% de abstenções
Fullbanner1

Fullbanner2


Eleições em Mato Grosso devem ter 30% de abstenções

Desânimo com o cenário político e renovação do público votantes são apontados como causas da alta média de pessoas que não ir

0
Fonte:
SHARE
Foto:Assessoria.

As eleições municipais deste ano devem registrar abstenção de 30% do eleitorado, entre ausências e votos em branco ou nulo, uma quantia de 680 mil pessoas que deixarão de ir às urnas. A estimativa é do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) em Mato Grosso. Segundo o advogado e membro do grupo, Vilson Nery, a média é baseada em eleições anteriores e deve apresentar equivalência em outros Estados.

“Na análise do número de votos nas tanto das eleições de 2012 quanto das eleições de 2014 mostra que Mauro Mendes e Pedro Taques foram eleitos com a menor parcela dos votantes, apesar de um deles ter vencido a disputa em primeiro turno. Mas na comparação global, a maioria dos votos está entre os eleitores que votaram em outros candidatos ou então não votaram por ausência e não fizeram escolhas de algum candidato”, explica.

Segundo ele, é crescente o número de pessoas que têm deixado de votar em recentes eleições no país. As causas seriam o desânimo com a situação política, que se agravou desde o início da crise política. A renovação do público do eleitorado também é um fator citado pelo analista.

“Em Mato Grosso coincidiu de personalidades políticas conhecidas irem parar na prisão por causa da corrupção, e se vê pouca vontade de renovação dos políticos. Então, o eleitor não tem visto sentido em ir às urnas para registrar seu voto ou quando vai não escolhe entre os candidatos”, diz.

Conforme o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Mato Grosso tem hoje 2.269.010 pessoas aptas a votar – número atualizado até 22 de julho deste ano. A maioria está na faixa etária de jovens a adultos, com representação exata entre homens e mulheres (50% homens e 50% mulheres). Os votantes entre 25 e 29 anos representam 11,52%; 30 a 34 anos (11,88%); 35 a 39 anos (11,30%) e 40 a 45 anos (10,09%). Pessoas com idade abaixo dos 20 anos e acima dos 75 são os grupos mais reduzidos.

Os dados sobre a formação escolar mostram um índice preocupante, somente 11,05% do eleitorado sabe ler e escrever em Mato Grosso. A maioria, 29,43%, têm ensino fundamental incompleto e 19,71% estão em situação semelhante no ensino médio. Os que cursam graduação de ensino superior, mas não ainda não concluíram e desistiram representam 4,34%. Aqueles com ensino básico completo estão em uma parcela de 6,68% ou com ensino médio, 17,22%.

O tamanho do eleitorado apresentou variação semelhante nos últimos oito anos. Em 2012, a mais recente eleição municipal, o público de votantes aumentou em cerca de 150 mil registros na comparação com 2008, quando havia cerca 2 milhões de pessoas aptas em Mato Grosso. Crescimento semelhante entre 2012 e 2016.

Fonte:CircuitoMT.

Montreal