“E vamos lá…”: Troféu Globo Minas marca a abertura do Mineiro 2017
Adventista



“E vamos lá…”: Troféu Globo Minas marca a abertura do Mineiro 2017

Fonte: GloboEsporte.com
SHARE

– E vamos lá…

Como já diz o
narrador da TV Globo Minas, Rogério Corrêa, ao início de todas as transmissões, foi dado o pontapé inicial para o Campeonato Mineiro 2017. Na noite desta terça-feira, o Mineirão, em Belo Horizonte, acostumado a ser o anfitrião dos principais jogos do futebol mineiro, recebeu jogadores, dirigentes e representantes
do esporte mineiro para a entrega do Troféu Globo Minas, que homenageia
entidades e personalidades do esporte em Minas Gerais.

O Diretor Regional da TV Globo Minas, Marcelo Ligere, deu as boas vindas aos clubes e destacou a importância da competição para o Estado e para o futebol brasileiro.

– A TV Globo Minas desempenha um papel importante de
divulgação do estado, da nossa cultura para todo o país e o mundo. Produzimos um conteúdo de qualidade, muito
ligado à nossa parte local, no Bom Dia Minas, no MGTV, primeira e segunda edições, no Globo Esporte, no Terra de
Minas, entre outros programas. Este conteúdo é muito importante para todos nós. O futebol é uma
maneira de mostrar nosso jeito de ser, muito ligado à nossa gente, um
campeonato muito tradicional. Para nós, investir no Campeonato Mineiro é
uma maneira que a gente tem de colocar, para o Brasil e para o mundo, as
nossas coisas. O futebol mineiro e a Globo Minas têm tudo a ver, e
estamos muito felizes com a parceria de mais um ano com o Campeonato
Mineiro.

A noite teve quatro premiações especiais. O Boa Esporte, campeão da Série C do Brasileiro, recebeu uma homenagem por ter sido o único clube mineiro a conquistar um título nacional na última temporada.

O ano de 2016 também foi muito especial para o levantador William. O mago, como é conhecido, foi campeão mundial de vôlei pelo Cruzeiro e medalha de ouro com a Seleção Brasileira Masculina, nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Ele também recebeu um troféu. 

– Fico super feliz pelo ano que tive, pelas conquistas, a medalha foi uma
conquista importante. Agradeço por terem me trazido de vitória, com
muitas conquistas, recentemente o Mundial. Agradeço a todos – disse o levantador. 

Dois ídolos eternos do futebol mineiro e nacional também foram homenageados. Um dos maiores ídolos da história do Cruzeiro e do futebol brasileiro,
campeão da Taça Brasil pela Raposa em 1966 e da Copa do Mundo de 1970,
com a amarelinha, Tostão foi um dos homenageados especiais da noite. Ele não esteve presente, por estar viajando com a família, mas mandou um recado pelo prêmio.

– Obrigado pela homenagem pelos meus 70 anos. Espero que o futebol mineiro
tenha mais sucesso que no ano passado. Estarei torcendo. Estou muito
agradecido pelos 70 anos e quero viver bem mais. Um abraço a todos.

Outro ídolo do futebol nacional e do Atlético-MG, Reinaldo, também
recebeu um troféu especial. O ex-jogador que completou 60 anos em
janeiro é um dos homenageados especiais da noite. – Agradeço o carinho, o gesto pela minha pessoa, fico muito feliz de fazer
parte importante na história do Atlético, do futebol brasileiro e
também do Mineirão. Agradeço pelo troféu.

HOMENAGEM A UM CAMPEÃOUma homenagem póstuma também foi realizada na cerimônia, para Carlos Alberto Silva, ex-técnico, com grandes serviços prestados ao futebol mineiro e brasileiro. Silva faleceu na madrugada da última sexta-feira, aos 77 anos. De
acordo com familiares, o ex-treinador da seleção brasileira havia passado por uma cirurgia no coração e vinha se
recuperando bem. A causa da morte ainda
não foi divulgada pela família.

FORMATO E DISPUTA DO ESTADUAL

O Campeonato Mineiro começa no dia 28 e tem a final marcada para o dia 5 de maio. 
América-MG, Atlético-MG, América de Téofilo Otoni, Caldense, Cruzeiro, Democrata de Governador Valadares,
Tombense, Tupi, Tricordiano, Uberlândia, URT e Villa Nova são os
participantes dessa edição que vai
mobilizar torcedores do Triângulo Mineiro, Zona da Mata, Centro-Oeste,
Sul de Minas, Alto Paranaíba, Vale do Rio Doce, Vale do Mucuri e Região
Metropolitana. Na primeira fase são 11 rodadas de todos times jogando contra todos.
Os dois últimos são rebaixados, e os quatro primeiros se classificam
para a fase semifinal. Na semifinal e na final, na fase eliminatória,
serão dois jogos. Vale lembrar que, para a fase eliminatória, os estádio têm que
ter uma capacidade mínima de 10 mil torcedores.