Dr. Manoel vai ao SD ser candidato, aumentando crise de Pátio com...
Fullbanner1


Macropel

Dr. Manoel vai ao SD ser candidato, aumentando crise de Pátio com Câmara e aliados

Fonte: Da Redação
SHARE
Foto - Reprodução

Candidato a vice-prefeito derrotado ao lado de Percival Muniz (PPS) em 2016, o ex-vereador e médico bastante popular em Rondonópolis, Dr. Manoel da Silva Neto, está aterrizando no partido do prefeito Zé Carlos do Pátio (SD), do Solidariedade (SD), para concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), coisa que já fez em 2010.

Com portas fechadas no PMDB, Manoel almeja regressar à vida pública eletiva e enxerga na mudança de partido uma condição necessária para isso. Ocorre que a articulação direta de Pátio para o novo ‘reforço partidário’ irritou muitos vereadores que hoje não lhe fazem oposição ferrenha e almejam trocar de parlamento em 2019.

Alguns até consideravam um apoio do prefeito, mas quando se trata de Pátio, sua habilidade de causar a revolta alheia consegue, algumas vezes, causar confusão ainda maior dentro de sua própria casa. Não só seus quatro vereadores (Batista, Juary Miranda, Orestes Miraglia e Vilmar) se sentiram diminuídos com a exclusão do fato de terem seus nomes para o pleito, como gente que está chegando começa a notar que cumprir promessas não é muito o forte do líder partidário. O apresentador Agnelo Corbelino, que acaba de chegar ao partido, recebeu a promessa de ser o candidato da região sul a ALMT, junto a Valdir Corrêa, mas aparentemente terá a companhia de Dr. Manoel e sabe se lá de quem mais.

Quanto a representatividade de Rondonópolis, de uma maneira geral, a ameaça de fazer um nome apenas – ou nenhum – cresce a medida que o grande potencial eleitoral da cidade se divide e, assim como foi em 2016, os candidatos locais não tenham fôlego para atingir a quantidade de votos necessários.

Montreal