Diretoria da CNA conhece produção de exportador paraibano
Fullbanner1

Fullbanner2


Diretoria da CNA conhece produção de exportador paraibano

Fonte:
SHARE

João Pessoa, Paraíba (28/07/2017) – A diretoria da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) conheceu o sistema de produção de frutas da empresa paraibana Frutas Doce Mel. Durante visita ao packing house e à propriedade sede Fazenda Santa Terezinha, o presidente João Martins reconheceu a qualidade do trabalho realizado pela empresa e afirmou que “o Brasil é cheio de surpresas”.

“A Paraíba vem sofrendo há cinco anos com uma forte seca e conhecemos aqui um produtor que nos mostrou o que é competência. Ele produz para o mundo inteiro e atende países com os níveis de exigência mais rigorosos”, afirmou João Martins.

A visita integra a programação da 29ª Reunião da Diretoria Executiva da CNA, que acontece nesta sexta (28) em João Pessoa. Diretores da Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (FAEPA) e empresários da região também fizeram parte da comitiva.

Eles conheceram o processamento e seleção, assim como toda tecnologia empregada no resfriamento das frutas, para manter a qualidade produtos, em 5.500 metros de área construída.

Para o presidente da FAEPA, Mário Borba, a experiência da Doce Mel mostra a viabilidade do Nordeste. “O potencial da nossa região ainda é pouco conhecido. Muitos não acreditam no Nordeste. Aqui é um exemplo da capacidade de produzir, de gerar emprego e renda que nós temos”, afirmou.

Atualmente são produzidas 40 variedades de frutas e verduras em 1.600 hectares de área total. Metade é própria, o restante em parceria com outros produtores. A empresa exporta sua produção para oito países, a maioria da Europa e também importa de outros oito. O trabalho conta com 650 funcionários.

Ao final da visita técnica, o presidente reforçou a importância de o produtor rural buscar a CNA como fórum para o debate das questões que prejudicam a atividade. 

Para o produtor Roberto Cavalcante, questões trabalhistas e tributárias são os principais complicadores. “Nós, empresários rurais, temos que mostrar quais as nossas dificuldades para que os órgãos de classe possam reivindicar nossas necessidades. O nosso setor é muito importante e o que mais gera emprego no nosso Estado e também no país”, disse.

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109 1419
cnabrasil.org.br
canaldoprodutor.tv.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA 
instagram.com/SistemaCNA

Montreal