Diretor iraniano pode ser barrado no Oscar após decreto de Trump
Supermoveis



Diretor iraniano pode ser barrado no Oscar após decreto de Trump

Fonte:
SHARE

Longa O apartamento, de Asghar Farhadi, concorre na categoria de Melhor Filme Estrangeiro

O diretor iraniano Asghar Farhadi, cujo longa A Separação ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2012 e que, este ano, concorre novamente com o filme O apartamento, não deve ir à cerimônia de premiação, no dia 26 de fevereiro.

Isso porque o presidente Donald Trump assinou um decreto que impede a entrada de pessoas oriundas de sete países muçulmanos nos Estados Unidos, pelos próximos 120 dias, segundo o jornal The Independent.

Trump alega que a medida visa impedir que possíveis terroristas entrem no país americano.

A 89ª edição da cerimônia acontecerá em Los Angeles. O apresentador será Jimmmy Kimmel, escolhido após comandar o Emmy em 2012 e em 2016.

A atriz Taraneh Alidoosti, também iraniana e protagonista do filme, já havia anunciado que iria boicotar a premiação, em protesto contra as investidas racistas do presidente Donald Trump.
Fonte: NOTÍCIAS AO MINUTO