Destaque no ano, agropecuária ajuda a derrubar a inflação e a puxar...
Fullbanner1


Adventista

Destaque no ano, agropecuária ajuda a derrubar a inflação e a puxar retomada do PIB

Fonte: Agência Brasil
SHARE
Agropecuária é um dos principais setores econômicos do Brasil. Foto: King Agro.

Uma das principais forças econômicas do Brasil, a agropecuária continua a colecionar resultados positivos neste ano. Além de impulsionar os recordes da balança comercial, ela tem sido determinante para a queda da inflação e para a retomada da economia brasileira.

O caso da inflação é um dos mais emblemáticos. Com a grande oferta de alimentos devido ao aumento da produção do setor, em especial à supersafra de grãos, os preços caíram e a inflação, que chegou a atingir dois dígitos no ano passado, agora está em 2,77%.

“Os preços caíram tanto que a inflação caiu mais ainda. Quer dizer, é uma culpa muito gostosa que o setor agropecuário recebe”, comemorou o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi. “Estamos falando do setor que mais contribui para política econômica do País”, avaliou.

Na inflação de novembro, que avançou apenas 0,28%, o grupo de alimentações e bebidas apresentou queda de preços pelo sétimo mês seguido. Produtos como arroz, feijão, batata-inglesa, banana, entre outros ficaram bem mais baratos para a população ao longo deste ano.

Balança comercial

Outro destaque bastante influenciado pela agropecuária é a balança comercial, que mede todas as trocas realizadas entre o País e o restante do mundo. Em um fato inédito, ela atingirá um recorde positivo entre US$ 65 bilhões e US$ 70 bilhões em 2017, nas contas do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

Dados divulgados nesta sexta-feira (15) pela Fundação Getulio Vargas (FGV) mostram que as exportações de produtos agropecuários cresceu 115,2% apenas em novembro, o maior crescimento para o setor desde 2013.

Crescimento econômico

Diante desse desempenho, é natural que o setor agropecuário seja uma das forças mais relevantes na economia brasileira. Tanto é assim que ela também é um dos setores econômicos que contribuiu para que o País superasse a recessão neste ano.

No acumulado até o terceiro trimestre, o setor cresceu expressivos 14,5% na comparação com o mesmo período do ano passado. Crescimento similar só foi acompanhado pela indústria extrativa, que avançou quase 6% no mesmo período.

Montreal